Segunda Turma do STF marca julgamento de Gleisi Hoffmann para a próxima terça

Mais Lidas

Câmara Legislativa vai destinar EPIs para ações da Secretaria da Mulher – Rafael Prudente

Na tarde desta quarta-feira (23), o presidente da Câmara Legislativa do DF e vice-presidente da Frente Parlamentar Brasil-Brasília-China, deputado...

DF tem mais um recorde de oferta de emprego – Agência Brasília

Oportunidades: 305 vagas para esta terça-feira (8) No comércio, a oferta é de 185 vagas. Para quem...
A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e o ex-ministro Paulo Bernardo, marido dela (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil)

Marido da senadora, ex-ministro Paulo Bernardo também será julgado no próximo dia 19. Acusação diz que eles receberam R$ 1 milhão desviados da Petrobras; defesa nega.

Nesta terça (12), o ministro Ricardo Lewandowski, presidente da Segunda Turma, marcou a sessão destinada à análise do caso.

Segundo a acusação do Ministério Público, os três, “agindo de modo livre, consciente e voluntário”, pediram e receberam R$ 1 milhãodesviados do esquema de corrupção que atuava na Petrobras.

O dinheiro, ainda de acordo com a denúncia, teria sido direcionado para campanha eleitoral de Gleisi em quatro parcelas de R$ 250 mil.

O repasse teria sido realizado, segundo a Procuradoria Geral da República (PGR), por meio de empresas de fachada do doleiro Alberto Youssef contratadas pela Petrobras.

Ainda conforme a PGR, os recursos foram liberados pelo ex-diretor de Abastecimento Paulo Roberto Costa, cujo objetivo seria obter apoio político de Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo para se manter no cargo.

Versões

À época em que Gleisi e Paulo Bernardo se tornaram réus no Supremo, a defesa da senadora negou os crimes e apontou supostas divergências entre as declarações de Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef nas delações premiadas, especialmente em relação ao modo como o dinheiro teria sido repassado.

A defesa de Paulo Bernardo também rebateu a acusação, alegando que não teria sido provada interferência do ex-ministro para manter Paulo Roberto no cargo de diretor na Petrobras.

Íntegra

Leia abaixo a nota divulgada nesta terça-feira pela assessoria de Gleisi:

Nota da senadora Gleisi Hoffmann sobre julgamento no STF

Recebi com serenidade a notícia de que a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar, na próxima terça-feira (19), a ação penal em que fui injustamente denunciada, sem qualquer prova ou indício de crime.

Trata-se de acusação forjada nos subterrâneos da Lava Jato, onde criminosos condenados negociam benefícios penais e financeiros em troca de delações mentirosas, que servem à perseguição política contra o PT e os nossos dirigentes.

No meu caso, a cada falsidade desmascarada durante o processo, os criminosos foram mudando seus depoimentos e mentindo cada vez mais. É escandaloso que a Procuradoria Geral da República (PGR) tenha oferecido denúncia contra mim em vez de punir os que são acobertados pela Lava Jato.

Há quatro anos, aguardo o desfecho dessa trama. Nada vai apagar o sofrimento causado a mim e a minha família, os danos a minha imagem pessoal e política, mas vejo com alívio o dia em que a Justiça terá a oportunidade de me absolver e restaurar a verdade.

Senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR)

FONTE : G1

 

- Publicidade-

Últimas Notícias

Câmara Legislativa vai destinar EPIs para ações da Secretaria da Mulher – Rafael Prudente

Na tarde desta quarta-feira (23), o presidente da Câmara Legislativa do DF e vice-presidente da Frente Parlamentar Brasil-Brasília-China, deputado Rafael Prudente (MDB), reuniu-se com...

DF tem mais um recorde de oferta de emprego – Agência Brasília

Oportunidades: 305 vagas para esta terça-feira (8) No comércio, a oferta é de 185 vagas. Para quem tem habilidades na cozinha, são...

Com programa na rádio líder de audiência no DF deputado Hermeto comemora dia do radialista – Deputado Hermeto

Com programa na rádio líder de audiência no DF deputado Hermeto comemora dia do radialistaPublicado por Larissa do Vale em 21 de setembro de...

É o fim – Blog Geração de Valor

De tempos em tempos precisamos reavaliar nossa rota, saber se realmente no caminho que estamos seguindo iremos alcançar nossos objetivos....
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-