PMDF recebe quase 100 denúncias de violência doméstica em uma noite

Mais Lidas

Imagem da CLDF é positiva para 75% dos brasilienses, recorde de aprovação – Rafael Prudente

Pesquisa de opinião realizada em todo o Distrito Federal revelou que a Câmara Legislativa é considerada “importante” ou “muito...

Assistência jurídica por meio de carta   – Agência Brasília

A Secretaria de Administração Penitenciária do Distrito Federal (Seape/DF) lança, nesta sexta-feira (27), em parceria com a Defensoria Pública...

Prefeita Prof.ª Selma Bastos, visita obras que serão entregues em breve!! | Prefeitura Municipal de Goiás

A Prefeita Prof.ª Selma Bastos esteve na manhã de hoje, quinta-feira, 27/11, visitando algumas das obras que estão em...

 

A Polícia Militar do Distrito Federal recebeu cerca de 100 denúncias de violência contra a mulher somente entre a noite de domingo (19/8) e a madrugada desta segunda-feira (20/8). Em um dos casos, a filha de um casal, de 9 anos, foi a responsável por acionar os militares. Mesmo assim, a mulher decidiu não denunciar o marido. Em pelo menos cinco dos casos, as vítimas foram agredidas fisicamente.

O episódio em que a criança acionou a PM aconteceu no Recanto das Emas. Segundo a garota, o homem teria batido na mulher. A ocorrência não foi levada para a delegacia, uma vez que a vítima não quis prosseguir com a denúncia. Ela não tinha lesões corporais aparentes e alegou que tudo teria sido apenas uma discussão.
Em dois casos, em São Sebastião, os companheiros das vítimas também não foram denunciados. Na primeira ocorrência, por volta das 20h, o homem queimou os pertences da mulher. Na segunda, o marido quebrou os móveis da casa do casal.
Os casos em que ficaram comprovadas as agressões físicas acabaram nas delegacias de plantão das regiões administrativas. Na Candangolândia, por exemplo, uma mulher precisou ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros após ser agredida pelo ex-companheiro, que fugiu do local.
No Núcleo Bandeirante, um homem de 36 anos foi preso após bater na mulher, de 34, que teve lesões no braço. Na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), ele alegou que a violência tinha sido motivada pela ingestão de bebida alcoólica.
No Guará 2, outro homem acabou detido na Deam após ter agredido a mulher de 21 anos, que está grávida. Um terceiro homem, de 33 anos, acabou preso na 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião) por ter batido na mulher de 25 anos com socos no olho, chutes e pontapés.
Fonte: Correio Braziliense

 

- Publicidade-

Últimas Notícias

Imagem da CLDF é positiva para 75% dos brasilienses, recorde de aprovação – Rafael Prudente

Pesquisa de opinião realizada em todo o Distrito Federal revelou que a Câmara Legislativa é considerada “importante” ou “muito...

Assistência jurídica por meio de carta   – Agência Brasília

A Secretaria de Administração Penitenciária do Distrito Federal (Seape/DF) lança, nesta sexta-feira (27), em parceria com a Defensoria Pública do DF (DPDF), um projeto-piloto...

Prefeita Prof.ª Selma Bastos, visita obras que serão entregues em breve!! | Prefeitura Municipal de Goiás

A Prefeita Prof.ª Selma Bastos esteve na manhã de hoje, quinta-feira, 27/11, visitando algumas das obras que estão em andamento na Cidade de Goiás....

Aprovada a Lei da liberdade economica | Deputado Iolando

Foi sancionado pelo governador Ibaneis Rocha, nesta terça-feira (24), o Projeto de Lei 731/2019, de autoria do deputado distrital Iolando...

Elisabeth Kübler-Ross: a psiquiatra que nos deu lições sobre a morte

Elisabeth Kübler-Ross foi uma psiquiatra que mudou a forma como o ocidente observava, tratava e entendia a morte. Ela humanizou a morte e introduziu...
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-