PCDF deflagra Operação Generous

Mais Lidas

Por que não confio nas pessoas? – A Mente é Maravilhosa

Por que não confio nas pessoas? Por que é tão difícil começar novas relações? São muitas as pessoas que...

HOMENS SÃO PRESOS SUSPEITOS DE ASSALTO EM SÃO JOSÉ DE RIBAMAR • PM/MA | Policiamento Inteligente

Policiais militares do 13º Batalhão de Polícia Militar prenderam dois homens com uma arma de fogo na...

Ceilândia será a primeira a receber testes de detecção da Covid-19 – Agência Brasília

GDF sai na frente para enfrentar possível segunda onda do coronavírus Inquérito epidemiológico para...
PCDF deflagra Operação Generous

A Polícia Civil do DF, por intermédio da Delegacia Especial de Proteção ao Meio Ambiente e à Ordem Urbanística – Dema, deflagrou, na manhã desta quarta-feira (12), a Operação Generous para o cumprimento de 11 mandados de prisão preventiva e 14 de busca e apreensão.
As investigações revelaram a existência de uma organização criminosa voltada à prática de crimes de parcelamento irregular do solo em diversas localidades do Distrito Federal e que, atualmente, está atuando na região da Granja Modelo, no Riacho Fundo/DF.
Foi verificada a participação de servidores públicos que estariam repassando informações sobre operações de combate às invasões e construções irregulares, permitindo que os criminosos se articulassem na tentativa de impedir as derrubadas que vinham sendo promovidas desde o início do ano.
De acordo com o apurado, o grupo possui estrutura hierárquica definida, com nítida divisão de tarefas entre os seus membros. “Os líderes apresentavam-se como proprietários das terras que, na realidade, são públicas, pertencentes à Terracap e estão inseridas em importante área de preservação ambiental, destinada à diversidade biológica da fauna e flora locais e à preservação da qualidade dos recursos hídricos disponíveis”, destaca o delegado da Dema, Marcelo Cerqueira.
Restou ainda confirmado que os membros da organização criminosa eram incumbidos da elaboração de documentos falsos para conferir aparente legalidade às vendas de lotes, enquanto alguns deles ficavam responsáveis pela demarcação de terrenos, a realização de edificações e vendas dos lotes.
“Foram também praticados os crimes de extorsão e ameaça contra pessoas que se sentiram lesadas com a negociação de lotes na região”, finaliza o delegado.
Os investigados irão responder por associação criminosa, parcelamento irregular do solo, dano ambiental, falsificação de documentos, extorsão e ameaça.

Fonte:Divisão de Comunicação/DGPC
#PCDFagora
#PCDFemAção
PCDF, excelência na investigação

- Publicidade-

Últimas Notícias

Por que não confio nas pessoas? – A Mente é Maravilhosa

Por que não confio nas pessoas? Por que é tão difícil começar novas relações? São muitas as pessoas que...

HOMENS SÃO PRESOS SUSPEITOS DE ASSALTO EM SÃO JOSÉ DE RIBAMAR • PM/MA | Policiamento Inteligente

Policiais militares do 13º Batalhão de Polícia Militar prenderam dois homens com uma arma de fogo na noite de segunda-feira, 30, no...

Ceilândia será a primeira a receber testes de detecção da Covid-19 – Agência Brasília

GDF sai na frente para enfrentar possível segunda onda do coronavírus Inquérito epidemiológico para enfrentar possível segunda onda da...

Praça do Coreto será fechada à veículos automotores nos finais de semana. | Prefeitura Municipal de Goiás

ATENÇÃO!!!!! A partir das 18h desta sexta-feira, 27/11, a Praça do Coreto estará fechada para acesso com veículos automotores, sendo reaberta às 06h...
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-