O Presidente Bolsonaro revoga dispositivo de Decreto das Armas…

Mais Lidas

Produtor de Água no Pipiripau é o 2º colocado em concurso internacional – Agência Brasília

O Projeto Produtor de Água no Pipiripau, coordenado pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito...

POLÍCIA MILITAR APREENDE ARMA DE FOGO EM ANAPURUS-MA • PM/MA | Policiamento Inteligente

Por volta das 10h30min do dia 25/01, policiais militares do 16º BPM de serviço no município Anapurus...

Parque do Paranoá terá mais conforto e segurança – Agência Brasília

Em São Sebastião, mutirão recupera parques e nascentes  A força-tarefa do GDF é coordenada pela Sema e...

Bolsonaro revoga dispositivo de Decreto das Armas que condicionava o porte de armas a policias civis e militares em outros Estados à autorização da instituição

fc1fb244-ab2d-4d47-aa4e-c27178bec69e

O Decreto n° 9.847, publicado em 25 de junho de 2019, o qual substituiu outros decretos regulamentadores do Estatuto do Desarmamento (Lei n° 10.826/03), previa em seu art. 24, §5°, o condicionamento do porte de arma de fogo fora do Estado que atue à autorização da instituição a que pertencem para os integrantes das Polícias Civis estaduais e das Forças Auxiliares, quando no exercício de suas funções institucionais ou em trânsito, por prazo determinado.

Dizia o referido dispositivo:

Art. 24 (…)

§5° Os integrantes das polícias civis estaduais e das Forças Auxiliares, quando no exercício de suas funções institucionais ou em trânsito, poderão portar arma de fogo fora o ente federativo em que atue, desde que expressamente autorizados pela instituição a que pertençam, por prazo determinado, conforme estabelecido em normas próprias.

Dessa forma, tal dispositivo dificultava o porte de arma de fogo pelos agentes de Segurança Pública estaduais fora do Estado da Federação em que é lotado, até mesmo para aqueles que estavam em trânsito em outro Estado.

Para sanar isso, nesta quarta-feira (21), foi publicado no Diário Oficial da União o Decreto n° 9.981/2019, revogando o §5° do art. 24 do Decreto n° 9.847/2019, de modo que os policiais civis e integrantes das Forças Auxiliares poderão novamente portar a arma de fogo em todo o território nacional, independentemente de autorização da instituição a que pertença.

fonte:POR GLAUCIA PAIVA

- Publicidade-

Últimas Notícias

Produtor de Água no Pipiripau é o 2º colocado em concurso internacional – Agência Brasília

O Projeto Produtor de Água no Pipiripau, coordenado pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito...

POLÍCIA MILITAR APREENDE ARMA DE FOGO EM ANAPURUS-MA • PM/MA | Policiamento Inteligente

Por volta das 10h30min do dia 25/01, policiais militares do 16º BPM de serviço no município Anapurus de  de serviço realizavam patrulhamento,...

Parque do Paranoá terá mais conforto e segurança – Agência Brasília

Em São Sebastião, mutirão recupera parques e nascentes  A força-tarefa do GDF é coordenada pela Sema e Brasília Ambiental, com a execução...

Operação Quinto Mandamento abordou mais de 600 pessoas – Agência Brasília

Nos três últimos finais de semana, mais de 600 pessoas foram abordadas nas ruas do Distrito Federal por meio da Operação Quinto Mandamento. Com...

Lançado a campanha “Turismo Responsável”. | Prefeitura Municipal de Goiás

O Prefeito Aderson Gouvea participou na tarde desta sexta-feira, 22/01, da abertura da reunião de lançamento da campanha...
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-