O Presidente Bolsonaro revoga dispositivo de Decreto das Armas…

Mais Lidas

Embaixada Paulista estimula networking e autoconfiança entre os membros – Blog Geração de Valor

“Eu sou impactado pela evolução e pelo desenvolvimento de cada pessoa”, afirma o líder do grupo, Rodrigo Nunes. ...

Hollywood: outro passado e um novo presente – A Mente é Maravilhosa

Em apenas 7 episódios, Hollywood conseguiu reescrever o passado. A nova série da Netflix de Ian Brennan e Ryan Murphy...

Rafael Prudente destaca a importância da aprovação do projeto que reestrutura a carreira do SLU – Rafael Prudente

A Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou, em sessão remota nesta quarta-feira (14), o projeto de lei que altera...

Bolsonaro revoga dispositivo de Decreto das Armas que condicionava o porte de armas a policias civis e militares em outros Estados à autorização da instituição

fc1fb244-ab2d-4d47-aa4e-c27178bec69e

O Decreto n° 9.847, publicado em 25 de junho de 2019, o qual substituiu outros decretos regulamentadores do Estatuto do Desarmamento (Lei n° 10.826/03), previa em seu art. 24, §5°, o condicionamento do porte de arma de fogo fora do Estado que atue à autorização da instituição a que pertencem para os integrantes das Polícias Civis estaduais e das Forças Auxiliares, quando no exercício de suas funções institucionais ou em trânsito, por prazo determinado.

Dizia o referido dispositivo:

Art. 24 (…)

§5° Os integrantes das polícias civis estaduais e das Forças Auxiliares, quando no exercício de suas funções institucionais ou em trânsito, poderão portar arma de fogo fora o ente federativo em que atue, desde que expressamente autorizados pela instituição a que pertençam, por prazo determinado, conforme estabelecido em normas próprias.

Dessa forma, tal dispositivo dificultava o porte de arma de fogo pelos agentes de Segurança Pública estaduais fora do Estado da Federação em que é lotado, até mesmo para aqueles que estavam em trânsito em outro Estado.

Para sanar isso, nesta quarta-feira (21), foi publicado no Diário Oficial da União o Decreto n° 9.981/2019, revogando o §5° do art. 24 do Decreto n° 9.847/2019, de modo que os policiais civis e integrantes das Forças Auxiliares poderão novamente portar a arma de fogo em todo o território nacional, independentemente de autorização da instituição a que pertença.

fonte:POR GLAUCIA PAIVA

- Publicidade-

Últimas Notícias

Embaixada Paulista estimula networking e autoconfiança entre os membros – Blog Geração de Valor

“Eu sou impactado pela evolução e pelo desenvolvimento de cada pessoa”, afirma o líder do grupo, Rodrigo Nunes. ...

Hollywood: outro passado e um novo presente – A Mente é Maravilhosa

Em apenas 7 episódios, Hollywood conseguiu reescrever o passado. A nova série da Netflix de Ian Brennan e Ryan Murphy dividiu totalmente os críticos: ame...

Rafael Prudente destaca a importância da aprovação do projeto que reestrutura a carreira do SLU – Rafael Prudente

A Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou, em sessão remota nesta quarta-feira (14), o projeto de lei que altera a denominação e reestrutura a...

Quase 15 mil crianças vacinadas no Dia D – Agência Brasília

A poliomielite pode levar à paralisia; vacinar as crianças, alerta secretário de Saúde, é fundamental | Foto: Breno Esaki/SESMarcado pelo Dia D da Campanha...

Campanha Nacional de Multivacinação – Amanhã, sábado 17/10 DIA “D”. | Prefeitura Municipal de Goiás

A Campanha Nacional de Multivacinação foi iniciada em 05 de outubro e vai até o dia 30. Crianças e adolescentes (0 a 15 anos)...
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-