“Não temos conseguido dormir”, diz pai de jovem do Lago Sul que sumiu

Mais Lidas

Autoestima e HIV: além do estigma – A Mente é Maravilhosa

A autoestima tem sido considerada um fator chave para o bem-estar psicológico e para a saúde. No entanto, existem...

Câmara Legislativa instala Frente Parlamentar Brasil-Brasília-China – Rafael Prudente

O presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Rafael Prudente do MDB, instalou oficialmente nesta quarta-feira (21), a Frente...

Ônibus da Mulher segue atendendo por mais cidades – Agência Brasília

Ônibus da Mulher reforça o Outubro Rosa em Ceilândia e Samambaia Serviços em conjuntoAlém da orientação sobre...

desaparecimento de Luana Vitória Silva de Sá, 14 anos, já dura uma semana, para desespero da família da adolescente, que mora no Lago Sul. O caso é investigado pela Divisão de Repressão a Sequestro da Polícia Civil do Distrito Federal. Até agora, a única pista recebida pelos parentes, de que a menina estaria em São Sebastião, era falsa.

Ao Metrópoles, o pai da estudante, o vigilante Wellington Rosa da Silva, 45, contou que a filha jamais havia ficado tanto tempo sem dar notícias aos familiares e não tem histórico de rebeldia. “Nunca saiu de casa sozinha”, relatou.

De acordo com o Wellington, o caso tem tirado o sono e causado dor à família. “Minha mulher, mãe da Luana, está muito abalada. Não temos conseguido dormir”, lamentou. A garota foi vista pela última vez às 11h do dia 22 de agosto, uma quarta-feira, após sair de sua residência, no Condomínio Solar da Serra, na Quadra 1, Lote 15, do Lago Sul. Ela vestia calça legging preta e agasalho vermelho, de capuz, e calçava tênis de cor clara.

Na ocasião, um ônibus buscou Luana em casa, para levá-la ao Centro de Ensino Fundamental 6 de Brasília (CEF 6), onde a menina estuda. Porém, a aluna não desembarcou na escola, localizada na QI 15 do Lago Sul.

“Moradores do condomínio que pegaram o ônibus com ela disseram que a adolescente desceu na QI 27. Depois, seguiu, também de ônibus, para a rodoviária [do Plano Piloto], de acordo com conhecidos que estavam no veículo com ela”, relatou o pai de Luana. Segundo ele, desde o dia do desaparecimento, a garota está incomunicável. Não retorna contato feito por chamadas ou mensagens de texto.

Wellington não crê na possibilidade de sequestro e demonstra otimismo em encontrar a filha saudável e em breve. “Acredito que alguém fez a cabeça dela para sair. Deve estar na casa de alguma amiga”, disse. De acordo com ele, Luana jamais falou à família sobre relacionamentos amorosos. O pai a descreveu como “carinhosa”, “muito quieta” e “com poucos amigos”.

Apesar disso, Wellington notou mudança de comportamento de Luana nas últimas semanas. Conforme informou, ultimamente a filha permanecia reclusa no próprio quarto “por muito tempo”, mexendo no celular.

DIVULGAÇÃO/PCDF

Divulgação/PCDFPin this!

A adolescente, de acordo com o pai, jamais havia saído de casa desacompanhada

A PCDF pede a colaboração da comunidade para solucionar o caso. Para isso, disponibiliza canais de denúncia anônima: há o 197 Denúncia On-Line (www.pcdf.df.gov.br), o telefone 197 – opção 0 (zero) – e o e-mail denuncia197@pcdf.df.gov.br, além do número de WhatsApp (98626-1197).

Dados
No Distrito Federal, 2.767 pessoas desapareceram no ano passado – média de sete por dia –, de acordo com os dados mais recentes da Secretaria de Segurança e Paz Social (SSP-DF). Dessas, 2.588 foram localizadas de janeiro daquele ano a março de 2018. Ou seja, 93,5% do total. Dos desaparecidos, 55% são do sexo masculino. A estatística mostra também que a maior parte deles (39%) tem de 12 a 17 anos.

Fonte: Metrópoles

- Publicidade-

Últimas Notícias

Autoestima e HIV: além do estigma – A Mente é Maravilhosa

A autoestima tem sido considerada um fator chave para o bem-estar psicológico e para a saúde. No entanto, existem...

Câmara Legislativa instala Frente Parlamentar Brasil-Brasília-China – Rafael Prudente

O presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Rafael Prudente do MDB, instalou oficialmente nesta quarta-feira (21), a Frente Parlamentar Brasil-Brasília-China. Criada para a...

Ônibus da Mulher segue atendendo por mais cidades – Agência Brasília

Ônibus da Mulher reforça o Outubro Rosa em Ceilândia e Samambaia Serviços em conjuntoAlém da orientação sobre o autoexame mamário e o...

NOTA INFORMATIVA. | Prefeitura Municipal de Goiás

A Prefeitura de Goiás, através da Sec. Mun. de Saúde, vêm a público esclarecer sobre os frascos de álcool gel que estão sendo amplamente...

Projeto de Lei do deputado Iolando prevê proibição de cobrança pelos serviços de religação de água e luz | Deputado Iolando

Aprovado em primeiro turno o PL 723/2019, de autoria do deputado Iolando, dispõe sobre cobrança de taxas pelo serviço de religação de luz e...
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-