Lagoas de captação vão dar vazão às águas de chuvas em Vicente Pires

Mais Lidas

O que é a anomia? – A Mente é Maravilhosa

Anomia é um conceito muito antigo que já era mencionado na Idade Média para descrever as pessoas “sem Deus...

2ª Edição do Curso de Inteligência de Segurança Pública – CISP 2020 | Policiamento Inteligente

O Comandante-Geral , Cel. Bomfim, participou da cerimônia de encerramento da 2ª Edição do “Curso de Inteligência de Segurança...

Imagem da CLDF é positiva para 75% dos brasilienses, recorde de aprovação – Rafael Prudente

Pesquisa de opinião realizada em todo o Distrito Federal revelou que a Câmara Legislativa é considerada “importante” ou “muito...

São mais de 20 espalhadas pela região administrativa. Intervenções inéditas vão melhorar qualidade de vida de moradores

GDF cria lagoas de contenção para aliviar problemas com a chuva em Vicente Pires

Construída sobre um terreno de colônia agrícola, arenoso, sem sistema de drenagem pluvial e em meio a diversas minas d’água. Assim nasceu e cresceu Vicente Pires, região administrativa de Brasília que no governo Ibaneis Rocha amadurece em meio a obras inéditas de infraestrutura. Para conter as águas das chuvas que caem sem escoamento sobre a cidade e chegam com força aos córregos da região, então sendo construídas diversas lagoas de contenção. Ao todo, serão 22.

A maior delas fica na Rua 4. Com 11,5 mil metros quadrados de extensão, profundidade de 3,5 metros e capacidade de armazenamento de até 33 milhões de metros cúbicos, a obra segue em ritmo acelerado neste período de estiagem e tem expectativa de conclusão até 31 de julho. “Estamos executando um projeto para dar mais escoamento à água das chuvas que antes não tinham acolhimento nem direcionamento. Isso dará muito mais segurança aos moradores”, explica Haroldo Alexandre Miziara, engenheiro responsável pela construção.

A bacia vai captar dois terços das águas das chuvas que descem pela Rua 4 e por metade da Rua 6. Ao todo, são mais de 2,4 quilômetros de galerias subterrâneas pelas quais a água captada pelas bocas de lobo escoará até chegar à bacia. Dali, toda a água captada das ruas deságua nos córregos.

Dissipadores
Como o terreno de Vicente Pintes tem um declive de 120 metros desde Taguatinga até a região do Jóquei, a força da água em dias de chuva é muito forte. Para reduzir essa velocidade, e impedir o assoreamento dos córregos para onde a água da chuva é direcionada, foram construídos dissipadores, espécies de grandes placas de pedras em caixas de tela de arame por onde a água entra e mantém o fluxo de escoamento. Se chega com força e cai direto na natureza, causam erosão e consequente assoreamento.

Só na construção da lagoa de contenção da Rua 4 estão envolvidos 60 operários. O custo previsto para essa parte da obra é de cerca de R$ 6 milhões. É uma das mais trabalhosas a serem construídas por estar em um terreno em uma área de tufa – um tipo de solo encontrado geralmente em áreas pantanosas, com terra mais escura e pastosa. Com o excesso de água no solo, uma espécie de microgrelha junto a uma tela geotêxtil precisa ser instalada para que as pedras do gabião possam ser montadas. O gabião é um muro de arrimo, feito de pedras soltas envoltas a uma tela de arame. Todo o trabalho de montagem é manual.

Fonte:HÉDIO FERREIRA JÚNIOR, DA AGÊNCIA BRASÍLIA.

- Publicidade-

Últimas Notícias

O que é a anomia? – A Mente é Maravilhosa

Anomia é um conceito muito antigo que já era mencionado na Idade Média para descrever as pessoas “sem Deus...

2ª Edição do Curso de Inteligência de Segurança Pública – CISP 2020 | Policiamento Inteligente

O Comandante-Geral , Cel. Bomfim, participou da cerimônia de encerramento da 2ª Edição do “Curso de Inteligência de Segurança Pública (CISP) 2020”, na manhã...

Imagem da CLDF é positiva para 75% dos brasilienses, recorde de aprovação – Rafael Prudente

Pesquisa de opinião realizada em todo o Distrito Federal revelou que a Câmara Legislativa é considerada “importante” ou “muito importante” para 75% dos brasilienses....

Assistência jurídica por meio de carta   – Agência Brasília

A Secretaria de Administração Penitenciária do Distrito Federal (Seape/DF) lança, nesta sexta-feira (27), em parceria com a Defensoria Pública do DF (DPDF), um projeto-piloto...

Prefeita Prof.ª Selma Bastos, visita obras que serão entregues em breve!! | Prefeitura Municipal de Goiás

A Prefeita Prof.ª Selma Bastos esteve na manhã de hoje, quinta-feira, 27/11, visitando algumas das obras que estão em andamento na Cidade de Goiás....
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-