Gama e Santa Maria ampliam acompanhamento a beneficiários do Bolsa Família

Mais Lidas

Reenquadramento positivo: como olhar a partir de outra perspectiva

Às vezes, ser capaz de ver as coisas a partir de outro ponto de vista melhora a nossa capacidade...

Primeira parcela do auxílio residual será paga a partir de quarta | Policiamento Inteligente

A primeira parcela da extensão do auxílio emergencial será paga a partir de...

Câmara Legislativa aprova isenção de ICMS para remédio mais caro do mundo – Rafael Prudente

Encaminhado pelo Executivo nesta terça-feira (22), o projeto de decreto legislativo para isenção do ICMS para o remédio Zolgensma...

Em um ano, quantidade subiu de 35,86% para 92,7%. Cidades fazem parte da Região de Saúde Sul

A Região de Saúde Sul, que engloba Gama e Santa Maria, ampliou o índice de acompanhamento feito aos beneficiários do Bolsa Família. Em um espaço de tempo de um ano, a quantidade subiu de 35,86%, no segundo semestre de 2017, para 92,7%, no mesmo período de 2018. Os dados foram compilados neste ano.

Do total de 12.094 beneficiários moradores desta região, 11.211 (92,7%) são acompanhados pela Secretaria de Saúde. A iniciativa resume-se em incentivar os profissionais das unidades básicas de saúde (UBS) a ter um olhar mais atento a esses pacientes, com trabalho em grupo, criatividade e ações programadas.

Segundo a coordenadora do programa Bolsa Família da Região de Saúde Sul, Iracy Gomes, que iniciou o projeto, o aumento no acompanhamento foi possível depois de mapeadas as dificuldades dos servidores. “Eles falavam que não tinham capacitação e não havia um trabalho em equipe. Fiz o projeto com base nessas dificuldades e, conforme melhorava o desempenho, eles eram premiados, seja com produtos do comércio local, que são colaboradores nossos, até bolsas de pós-graduação”, conta.

Capacitação
“No ano passado, capacitamos quase mil servidores na agenda do programa Bolsa Família, incluindo todas as categorias, de médicos a agentes comunitários de saúde. Foi um ano em que a capacitação foi muito intensiva”, ressalta Aline Couto, gerente de Atenção à Saúde de Populações Vulneráveis e Programas Específicos (Gaspvp) da Secretaria de Saúde.

Outros pontos que contribuíram para a ampliação dos acompanhamentos foram as mudanças na plataforma do Bolsa Família, onde os dados dos prontuários dos pacientes do DF migraram, com mais facilidade, para o banco de dados do sistema federal; e a expansão da cobertura da Estratégia Saúde da Família (ESF), que subiu para até 65% no fim de 2018.

“Quando se faz o acompanhamento regular das famílias mais vulneráveis, pode-se melhorar outros índices em conjunto, como o de amamentação, o aumento no número de consultas, de pré-natais, desnutrição e obesidade”, pontua Couto.

Avaliações
Além de aferir os dados obrigatórios de crianças de até sete anos de idade e mulheres de 14 a 44 anos, a intenção é que todos os membros da família passem por avaliações constantes relacionadas a temas diversos, como gravidez, saúde bucal e planejamento familiar.

Os cuidados vão além da manipulação de remédios ou de uma consulta médica. Eles podem começar com uma conversa mais descontraída, um diálogo aberto que, muitas vezes, o paciente não teria em casa. “Estabelecer vínculo entre profissionais e pacientes é essencial. Um passo importante para isso foi quebrar o preconceito com o Bolsa Família. Mostrar que os atendidos são famílias carentes que precisam de um olhar diferenciado. Um grande sucesso foi conseguirmos impregnar essa ideia entre os servidores”, explica Iracy Gomes.

Programa
O programa foi criado pelogoverno federal por meio da Lei n° 10.836, de 9 de janeiro de 2004, para contribuir com o combate à pobreza e à desigualdade social, via transferência de renda condicionada ao cumprimento de compromissos ligados à educação, à saúde e à assistência social.

- Publicidade-

Últimas Notícias

Reenquadramento positivo: como olhar a partir de outra perspectiva

Às vezes, ser capaz de ver as coisas a partir de outro ponto de vista melhora a nossa capacidade...

Primeira parcela do auxílio residual será paga a partir de quarta | Policiamento Inteligente

A primeira parcela da extensão do auxílio emergencial será paga a partir de quarta-feira (30), segundo calendário divulgado...

Câmara Legislativa aprova isenção de ICMS para remédio mais caro do mundo – Rafael Prudente

Encaminhado pelo Executivo nesta terça-feira (22), o projeto de decreto legislativo para isenção do ICMS para o remédio Zolgensma – considerado o mais caro...

Turismo no DF é destaque na Abav Collab – Agência Brasília

As opções turísticas oferecidas por Brasília estão expostas no stand virtual organizado pela Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF)  dentro do Abav Collab,...

O Centro de Seleção da UFG, divulga os locais e cidade de realização das provas do Concurso Público para Prefeitura de Goiás. | Prefeitura...

Confira clicando nos links abaixo: https://centrodeselecao.ufg.br/portal/local-prova https://centrodeselecao.ufg.br/…/2019_10092020_-_Lista… Fonte: www.prefeituradegoias.go.gov.br/2020/09/23/o-centro-de-selecao-da-ufg-divulga-os-locais-e-cidade-de-realizacao-das-provas-do-concurso-publico-para-prefeitura-de-goias/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=o-centro-de-selecao-da-ufg-divulga-os-locais-e-cidade-de-realizacao-das-provas-do-concurso-publico-para-prefeitura-de-goias
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-