Equipe Destaque – “Especial Bope”

Mais Lidas

Câmara Legislativa vai destinar EPIs para ações da Secretaria da Mulher – Rafael Prudente

Na tarde desta quarta-feira (23), o presidente da Câmara Legislativa do DF e vice-presidente da Frente Parlamentar Brasil-Brasília-China, deputado...

DF tem mais um recorde de oferta de emprego – Agência Brasília

Oportunidades: 305 vagas para esta terça-feira (8) No comércio, a oferta é de 185 vagas. Para quem...

Com programa na rádio líder de audiência no DF deputado Hermeto comemora dia do radialista – Deputado Hermeto

Com programa na rádio líder de audiência no DF deputado Hermeto comemora dia do radialistaPublicado por Larissa do Vale...

A Matéria “Especial BOPE” será composto por duas fases. A primeira (08), o leitor terá a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre o serviço realizado por Negociadores no combate a criminalidade e manutenção da paz social. A segunda fase será publicada na terça-feira (12) com foco no Esquadrão de Bombas.

Os Negociadores do BOPE

A equipe destaque da semana é formada pelos negociadores do Batalhão de Operações Especiais (Bope) Sargentos Carla Junker e Réges Silva e o Soldado B. Souza.
O grupo de negociadores é acionado somente em ocasiões específicas, quando uma situação crítica acontece – ocorrências envolvendo reféns, suicidas armados com arma branca ou de fogo, situações essas que possam colocar a vida de outras pessoas em risco, bem como a própria vida.

 

Atuações eficazes

O Sargento Réges conta que existem diversos casos atendidos que fazem parte da rotina do grupo. “Numa ocasião, um homem pegou um botijão de gás, cortou a mangueira e ameaçou cometer suicídio com fósforo na mão”. Dentre as ocorrências que foram divulgadas amplamente nos meios de comunicação, a equipe de negociadores atendeu um caso de uma mãe em Samambaia que ameaçava jogar a filha pela janela. A mãe, que era usuária de drogas, já havia cortado a rede de proteção e ameaçava jogar a bebê recém-nascida.

A situação, a qual resultou no resgate da menina e na prisão da mãe, é considerada uma ocorrência de sucesso pelo profissionalismo e técnica desses policiais altamente treinados. Outra ocorrência foi de um rapaz que ameaçava suicídio com uma faca, nesse dia o caso durou a madrugada toda, de 23h até 5h e teve um desfecho em conjunto com a equipe tática, preservando a vida do rapaz.

O policial explica ainda que são chamados de vítimas, qualquer pessoa que sofre conduta delituosa de um familiar ou de alguém que tenha qualquer tipo de vínculo com o causador do evento crítico. Já os reféns, são àqueles que sofrem uma conduta delituosa de um desconhecido, uma pessoa aleatória, que foi pega pelo acaso da situação, por exemplo, assalto.

 

Capacitação internacional

Segundo o sargento Réges, a doutrina seguida pela Equipe é Internacional, ou seja, as fontes teóricas e de estudos são basicamente Norte-Americanas. Há também as técnicas baseadas em programações neurolinguísticas para auxiliar quando em contato com o causador do “evento crítico”, o policial possa entender porque a pessoa está agindo daquela forma. “As vezes, leigos têm a impressão de que o negociador precisa falar muito bem, mas, na verdade, precisamos é ouvir muito bem”. Ele garante que fazer as perguntas corretas e estimular que a pessoa fale bastante é fundamental para conseguir o máximo de informações necessárias e solucionar, de forma bem-sucedida, uma crise.

O policial assegura ainda, que existe uma equipe responsável para atuar em momentos de crise e que nenhum profissional atua sozinho. “De acordo com a Doutrina, existe um negociador principal que vai falar diretamente com o causador da crise.

O negociador secundário orienta o negociador principal de uma forma mais fria, porque não precisa pensar rapidamente e tem o negociador anotador que escreve o relato de tudo que acontece, tempo a tempo, minuto a minuto e também o comandante da equipe de negociação”.

Curso de Formação

O Distrito Federal conta com um Curso de Formação de Excelência, que faz parte do cronograma do BOPE. O sargento Réges garante que o policial precisa ter perfil para trabalhar na área.

O curso tem a duração de cerca de 50 dias e são lecionadas matérias como psicologia, negociação, programação neuro linguística, técnicas verticais (para negociação em altura), ou seja o negociador não pode temer altura.

O critério de seleção conta com testes físicos e de redação. Ao final do curso fazemos visitas práticas e de estudos que variam entre o GATE de São Paulo, o BOPE do Paraná dentre outros Estados.

Além do curso, existem outras formas de aperfeiçoamento que são oferecidas em outros países, por exemplo é o caso do sargento Réges que foi à França e aprendeu com a elite da Polícia Federal Francesa (RAID) sobre temas como negociação com terrorista e sequestro internacional com refém não localizado. “Seminários e palestras em todo território Nacional, treinamento com Snipers, com Caveiras e com o Esquadrão de Bombas também fazem parte do nosso aperfeiçoamento”.

fonte:Karina Linhares

- Publicidade-

Últimas Notícias

Câmara Legislativa vai destinar EPIs para ações da Secretaria da Mulher – Rafael Prudente

Na tarde desta quarta-feira (23), o presidente da Câmara Legislativa do DF e vice-presidente da Frente Parlamentar Brasil-Brasília-China, deputado...

DF tem mais um recorde de oferta de emprego – Agência Brasília

Oportunidades: 305 vagas para esta terça-feira (8) No comércio, a oferta é de 185 vagas. Para quem tem habilidades na cozinha, são...

Com programa na rádio líder de audiência no DF deputado Hermeto comemora dia do radialista – Deputado Hermeto

Com programa na rádio líder de audiência no DF deputado Hermeto comemora dia do radialistaPublicado por Larissa do Vale em 21 de setembro de...

É o fim – Blog Geração de Valor

De tempos em tempos precisamos reavaliar nossa rota, saber se realmente no caminho que estamos seguindo iremos alcançar nossos objetivos....

A hostilidade em um relacionamento: o prelúdio do fim

A hostilidade é uma atitude de desprezo para com uma ou mais pessoas com a intenção consciente de fazer mal. Essa intenção pode ser...
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-