Em 1 ano, Defesa Civil identifica 634 novas áreas de risco no DF; veja lista por região

Mais Lidas

Vendedor ainda é o profissional mais procurado – Agência Brasília

As agências do trabalhador irão oferecer 581 vagas de emprego nesta quinta-feira (14). Cinco delas são para nível superior:...

Feira do Núcleo Bandeirante será totalmente reformada – Deputado Hermeto

Feira do Núcleo Bandeirante será totalmente reformadaPublicado por Vanessa Araújo Santos em 11 de janeiro de 202111 de janeiro...

Em um ano, o número de áreas do Distrito Federal consideradas pela Defesa Civil como “de risco” subiu 13%. Um levantamento feito pelos agentes de segurança verificaram 634 novos locais sujeitos a algum tipo de desastre na capital federal.

No ano passado, foram identificados 4.733 pontos críticos. Neste ano, a Defesa Civil compilou 5.367 locais de risco.

Os principais problemas apontados são riscos de:

  • Alagamento
  • Deslizamento
  • Incêndio
  • Choque elétrico (diversas casas estão sem disjuntor e são abastecidas por gambiarras na rede)

Entre as áreas de risco, estão Santa Luzia, Sol Nascente, Vicente Pires, Vila Cauhy, Arniqueiras, Vila Rabeiro, Porto Rico e Fercal. Na Vila Cauhy, por exemplo, cerca de 300 pessoas ficaram desalojadas depois que um córrego transbordou, em 2006.

Imóveis em situação de risco no DF

Região administrativa 2017 2018
Arniqueiras 383 383
Ceilândia 367 448
Estrutural 1320 1320
Fercal 456 456
Itapoã 5 25
Núcleo Bandeirante 76 76
Paranoá 40 35
Planaltina 220 220
Recanto das Emas 250 250
Riacho Fundo I 255 255
SIA 85 85
Samambaia 127 127
Santa Maria 325 325
São Sebastião 350 607
Sobradinho I 0 211
Sobradinho II 217 287
Taguatinga 9 9
Varjão 28 28
Vicente Pires 220 220
Total de residências 4733 5367

Crescimento

Já as regiões que apresentaram maior crescimento na quantidade de áreas de risco são Ceilândia, São Sebastião e Sobradinho (veja gráfico abaixo).

De acordo com a Defesa Civil, o crescimento nesses locais está ligado ao aumento do número de invasões.

Áreas de risco no Distrito Federal
Regiões com maior aumento em locais de alagamento, deslizamento, incêndio e choque elétrico
35035060760744844821721728728700211211São SebastiãoCeilândiaSobradinho IISobradinho I201720180100200300400500600700

2017
● Sobradinho I: 0
Fonte: Defesa Civil

O que quer dizer?

Segundo o órgão, a diferença entre uma área de “risco” e de “vulnerabilidade” está no grau de dificuldade de recuperação do local após um desastre natural. “O objeto é o desastre. A dificuldade de gerenciar uma volta à normalidade”, afirmou o chefe da pasta, Sérgio Bezerra.

As tesourinhas, por exemplo, são consideradas pontos de vulnerabilidade porque após o alagamento, dentro de 10 a 15 minutos, a água começa a escoar, informou o subsecretário. Já as áreas de risco são consideradas mais críticas.

As medidas contra os riscos são preventivas, como a construção de sistemas de drenagem e esgoto. De acordo com Bezerra, estas intervenções de engenharia permitem maior escoamento de água, evitando a formação de correntezas nas ruas.

 

 

Fonte: Correio Braziiliense

- Publicidade-

Últimas Notícias

Vendedor ainda é o profissional mais procurado – Agência Brasília

As agências do trabalhador irão oferecer 581 vagas de emprego nesta quinta-feira (14). Cinco delas são para nível superior:...

PL 569/2019 – Equipara a pessoa com doença renal crônica em tratamento e a pessoa com fissura palatina ou labiopalatina não reabilitada como pessoa...

Fonte: Daniela Barbosa Fonoudiolaga “Equipara a pessoa com doença renal crónica em tratamento e a pessoa com fissura palatina ou labiopalatina...

Feira do Núcleo Bandeirante será totalmente reformada – Deputado Hermeto

Feira do Núcleo Bandeirante será totalmente reformadaPublicado por Vanessa Araújo Santos em 11 de janeiro de 202111 de janeiro de 2021 ...

Biografia de Salvador Dalí: um louco ou um gênio?

Extravagante, provocante e polêmico. Uma das figuras mais excêntricas do mundo das artes e, sem dúvida, um gênio. Definir Salvador Dalí é um pouco arriscado,...

O FARO CERTEIRO | Policiamento Inteligente

Sexta-feira (8), os policiais militares do 5º BAEP (Batalhão de Ações Especiais de Polícia), durante Operação de combate ao tráfico de drogas, visualizaram um...
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-