Rivais no STF, Gilmar Mendes e Barroso defendem decisão de Moraes sobre PF %%

Mais Lidas

Câmara Legislativa vai destinar EPIs para ações da Secretaria da Mulher – Rafael Prudente

Na tarde desta quarta-feira (23), o presidente da Câmara Legislativa do DF e vice-presidente da Frente Parlamentar Brasil-Brasília-China, deputado...

DF tem mais um recorde de oferta de emprego – Agência Brasília

Oportunidades: 305 vagas para esta terça-feira (8) No comércio, a oferta é de 185 vagas. Para quem...

O ministro suspendeu a nomeação de Alexandre Ramagem, que é amigo próximo de Bolsonaro. O presidente criticou a iniciativa

THAYNÁ SCHUQUEL

imagem30-04-2020-20-04-27
imagem30-04-2020-20-04-27

Após a decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), de suspender a nomeação de Alexandre Ramagem para o comando da Polícia Federal, ele foi atacado acidamente pelo presidente da República,  Jair Bolsonaro (sem partido). Com isso, os ministros Gilmar Mendes e Luís Roberto Barroso, conhecidos por posições divergentes na Corte, se posicionaram em favor do colega de toga.

Nas redes sociais, Gilmar Mendes afirmou que “as decisões judiciais podem ser criticadas e são suscetíveis de recurso, enquanto mecanismo de controle. O que não se aceita — e se revela ilegítima— é a censura personalista aos membros do Judiciário”. Ele fez referência às declarações de Bolsonaro, que questionou a indicação de Moraes eu Supremo.

MAIS SOBRE O ASSUNTO

O chefe do Executivo fez duras críticas à decisão de Moraes. Ele afirmou que o despacho foi “político” e “quase gerou uma crise institucional”.

Dessa vez, sem embates com Gilmar Mendes, o ministro Luís Roberto Barroso também defendeu Moraes.

“O ministro chegou ao STF após sólida carreira acadêmica e de haver ocupado cargos públicos relevantes, sempre com competência e integridade. No Supremo, sua atuação tem se marcado pelo conhecimento técnico e pela independência. Sentimo-nos honrados em tê-lo aqui”, disse Barroso, em nota.

A suspensão da nomeação ocorre após o ex-ministro da Justiça Sergio Moro afirmar que Bolsonaro queria interferir na PF. Segundo ele, o presidente falou em colocar no comando “alguém do contato pessoal dele, para colher informações”.

Postagem: http://egnews.com.br

Fonte: Metropoles

Fonte: www.egnews.com.br/manchete/rivais-no-stf-gilmar-mendes-e-barroso-defendem-decisao-de-moraes-sobre-pf/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=rivais-no-stf-gilmar-mendes-e-barroso-defendem-decisao-de-moraes-sobre-pf

- Publicidade-

Últimas Notícias

Câmara Legislativa vai destinar EPIs para ações da Secretaria da Mulher – Rafael Prudente

Na tarde desta quarta-feira (23), o presidente da Câmara Legislativa do DF e vice-presidente da Frente Parlamentar Brasil-Brasília-China, deputado Rafael Prudente (MDB), reuniu-se com...

DF tem mais um recorde de oferta de emprego – Agência Brasília

Oportunidades: 305 vagas para esta terça-feira (8) No comércio, a oferta é de 185 vagas. Para quem tem habilidades na cozinha, são...

Com programa na rádio líder de audiência no DF deputado Hermeto comemora dia do radialista – Deputado Hermeto

Com programa na rádio líder de audiência no DF deputado Hermeto comemora dia do radialistaPublicado por Larissa do Vale em 21 de setembro de...

É o fim – Blog Geração de Valor

De tempos em tempos precisamos reavaliar nossa rota, saber se realmente no caminho que estamos seguindo iremos alcançar nossos objetivos....
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-