Ataque suspende temporariamente a campanha de Bolsonaro

Mais Lidas

PL 784/2019 – Estabelece critérios de fiscalização das empresas de segurança privada | Deputado Iolando

Fonte: Sankhya “Estabelece critérios de fiscalização das empresas de segurança privada, na forma que menciona.” ...

Detector de metais na entrada das escolas é proposto em Projeto de Lei – Deputado Hermeto

Detector de metais na entrada das escolas é proposto em Projeto de LeiPublicado por Hermeto em 22 de janeiro...

A falácia ad hominem: quando atacam sem argumentos

A falácia ad hominem, na lógica, caracteriza aquelas situações nas quais alguém decide nos atacar não pelos argumentos que...

Bolsonaro deverá ficar pelo menos uma semana hospitalizado, segundo os médicos da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora, onde foi atendido logo após a agressão. O candidato levou uma facada na região abdominal, quando fazia campanha na cidade. O agressor, Adélio Bispo de Oliveira, foi preso em flagrante.

O presidente do PSL participava do ato de campanha com Bolsonaro, em Juiz de Fora. Bebianno contou que o candidato “foi para o meio da multidão, como sempre, por vontade própria, com o peito e o coração abertos”. Disse ainda que a campanha de Bolsonaro sabia que o candidato enfrentaria “inimigos ardilosos, incapazes de conviver com o contraditório, avesso à real democracia”.

Usando comandos para estimular os apoiadores de Bolsonaro, Bebianno afirmou que o medo não os impedirá de cumprir a missão. “Mais impactante que as ameaças é a esperança que nos impulsiona”, disse o presidente do PSL, usando a hashtag #OrePorBolsonaro.

Flávio e Eduardo Bolsonaro, filhos do candidato, deixaram a campanha e seguiram para Juiz de Fora. Disputando o Senado, Flávio acompanharia o desfile de 7 de setembro no Rio de Janeiro e depois faria campanha em Rio das Ostras, Campos dos Goytacazes e Itaperuna. Eduardo gravou vídeo falando da situação do pai e escreveu nas redes sociais: “Soldado que vai à guerra e tem medo de morrer é um covarde”.

Com seis segundos em cada bloco do horário eleitoral gratuito, Bolsonaro estava investindo nas mídias sociais e na campanha de rua. Segundo as últimas pesquisas de intenção de votos, Bolsonaro lidera a corrida pelo Palácio do Planalto.

O candidato a vice-presidente, General Mourão, disse à Agência Brasil que o PSL não convocou reunião, mas que, neste momento, “o principal é organizar o dispositivo”. “O nosso compromisso é com o Brasil. Nosso projeto é esse. Nada vai nos deter”, afirmou.

Mourão recebeu a notícia da agressão quando chegava a Porto Alegre para um congresso de neurocirurgia. Nesta sexta-feira, retornará ao Rio de Janeiro, onde reside. “Bolsonaro é um homem forte. Vai se restabelecer para ganharmos no primeiro turno”, disse.

Fonte: Agência Brasil

- Publicidade-

Últimas Notícias

PL 784/2019 – Estabelece critérios de fiscalização das empresas de segurança privada | Deputado Iolando

Fonte: Sankhya “Estabelece critérios de fiscalização das empresas de segurança privada, na forma que menciona.” ...

Detector de metais na entrada das escolas é proposto em Projeto de Lei – Deputado Hermeto

Detector de metais na entrada das escolas é proposto em Projeto de LeiPublicado por Hermeto em 22 de janeiro de 202122 de janeiro de...

A falácia ad hominem: quando atacam sem argumentos

A falácia ad hominem, na lógica, caracteriza aquelas situações nas quais alguém decide nos atacar não pelos argumentos que expomos ou defendemos, mas por...

Obter crédito ainda é desafio para micro e pequenas empresas | Policiamento Inteligente

Obter crédito nas instituições financeiras ainda é um desafio para pequenas e médias empresas. É o que revela pesquisa feita pelo Serviço de Apoio...

Rafael Prudente é reeleito para a presidência da Câmara Legislativa – Rafael Prudente

Em sessão extraordinária na manhã desta terça-feira (15), o plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal reelegeu os deputados Rafael Prudente (MDB) e Delmasso...
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-