AGENDA LEGISLATIVA DA INDÚSTRIA 2018 CONTEMPLA DOIS PROJETOS DE INICIATIVA DE CRISTIANO

Mais Lidas

Autoestima e HIV: além do estigma – A Mente é Maravilhosa

A autoestima tem sido considerada um fator chave para o bem-estar psicológico e para a saúde. No entanto, existem...

Câmara Legislativa instala Frente Parlamentar Brasil-Brasília-China – Rafael Prudente

O presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Rafael Prudente do MDB, instalou oficialmente nesta quarta-feira (21), a Frente...

Ônibus da Mulher segue atendendo por mais cidades – Agência Brasília

Ônibus da Mulher reforça o Outubro Rosa em Ceilândia e Samambaia Serviços em conjuntoAlém da orientação sobre...

Em maio, o deputado Cristiano Araújo (PSD) participou, na Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra), do lançamento da 16ª edição da Agenda Legislativa da Indústria do DF 2018, ao lado do presidente da entidade, Jamal Jorge Bittar.

O documento traz a posição do setor a respeito de proposições em tramitação na Câmara Legislativa.

Entre as propostas, há dois projetos de autoria de Cristiano bem avaliados: o Projeto de Lei 1940/2018, que trata sobre benefícios pela utilização de veículos elétricos ou híbridos-elétricos e o PL 662/015, que determina a mediação entre particulares como meio de solução de controvérsias no âmbito da administração pública do DF.

“Fico feliz em poder dar a minha contribuição ao setor industrial com essas duas propostas que, com certeza, após aprovadas, afetarão positivamente não só o parque fabril brasiliense, mas toda a sociedade”, desta o parlamentar.

Com a edição de 2018, a Fibra completa 16 anos – quatro legislaturas – publicando de forma clara e objetiva o posicionamento da indústria sobre proposições em tramitação no Legislativo local.

Durante discurso, Bittar foi incisivo ao falar do pronto atendimento dos distritais quanto aos pleitos da indústria. “Nunca fomos tão ouvidos”, afirmou.

Neste ano, 36 projetos de lei foram selecionados para compor a Agenda Legislativa, após a realização do seminário em que líderes empresariais dos dez sindicatos filiados à Fibra analisaram 67 proposições que de alguma forma afetam o setor industrial.

As propostas são divididas por áreas – política tributária e fiscal, administração pública, relações do trabalho, assuntos econômicos e assuntos relativos à política urbana e de meio ambiente – e classificadas de acordo com o posicionamento da indústria: convergente, convergente com ressalvas ou divergente.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação do gabinete, com informações da Assessoria de Comunicação do Sistema Fibra
- Publicidade-

Últimas Notícias

Autoestima e HIV: além do estigma – A Mente é Maravilhosa

A autoestima tem sido considerada um fator chave para o bem-estar psicológico e para a saúde. No entanto, existem...

Câmara Legislativa instala Frente Parlamentar Brasil-Brasília-China – Rafael Prudente

O presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Rafael Prudente do MDB, instalou oficialmente nesta quarta-feira (21), a Frente Parlamentar Brasil-Brasília-China. Criada para a...

Ônibus da Mulher segue atendendo por mais cidades – Agência Brasília

Ônibus da Mulher reforça o Outubro Rosa em Ceilândia e Samambaia Serviços em conjuntoAlém da orientação sobre o autoexame mamário e o...

NOTA INFORMATIVA. | Prefeitura Municipal de Goiás

A Prefeitura de Goiás, através da Sec. Mun. de Saúde, vêm a público esclarecer sobre os frascos de álcool gel que estão sendo amplamente...

Projeto de Lei do deputado Iolando prevê proibição de cobrança pelos serviços de religação de água e luz | Deputado Iolando

Aprovado em primeiro turno o PL 723/2019, de autoria do deputado Iolando, dispõe sobre cobrança de taxas pelo serviço de religação de luz e...
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-