Portaria define alterações no programa Boas Práticas Agropecuárias – Agência Brasília

Mais Lidas

DF tem mais um recorde de oferta de emprego – Agência Brasília

Oportunidades: 305 vagas para esta terça-feira (8) No comércio, a oferta é de 185 vagas. Para quem...

Com programa na rádio líder de audiência no DF deputado Hermeto comemora dia do radialista – Deputado Hermeto

Com programa na rádio líder de audiência no DF deputado Hermeto comemora dia do radialistaPublicado por Larissa do Vale...

É o fim – Blog Geração de Valor

De tempos em tempos precisamos reavaliar nossa rota, saber se realmente no caminho que estamos...

imagem08-11-2019-20-11-36
imagem08-11-2019-20-11-36

Foi publicada nesta sexta-feira (8), no Diário Oficial do Distrito Federal, a Portaria 113, de 1º de novembro de 2019. O documento altera e acrescenta anexos à Portaria 35, de 12 de maio de 2016, que dispõe sobre a instituição do programa de Boas Práticas Agropecuárias do Distrito Federal (BPA).

Segundo a gerente de Boas Práticas Agropecuárias da Secretaria de Agricultura do Distrito Federal (Seagri-DF), Lara Pereira Souza, a portaria fez alterações nos padrões avaliados para a certificação de Boas Práticas Agropecuárias (BPA) do Programa Brasília Qualidade no Campo. Ela explicou que também foram incluídas a certificação das cadeias de suíno e de piscicultura, além da certificação de bem-estar animal.

“É um programa que existe desde 2016 e teve início com hortaliças e frutas. E, por demanda do setor produtivo, nós estendemos para outras cadeias”, explicou.

Com a publicação da portaria, aumentou o leque de propriedades que poderão ser certificadas. A partir de agora, as propriedades rurais que produzem hortaliças, frutas, grãos, suínos, peixes e leite poderão participar.

Brasília Qualidade no Campo

O programa Brasília Qualidade no Campo certifica propriedades rurais que promovem as boas práticas agropecuárias, visando o respeito aos procedimentos que buscam a produção de um alimento seguro, respeitando o meio ambiente, aliado à melhoria da qualidade de vida, ao aumento da renda e à promoção da saúde dos produtores/trabalhadores rurais.

A gerente de BPA, Lara Pereira Souza, exortou consumidores que queiram adquirir produtos mais sustentáveis e seguros a priorizar propriedades certificadas. “No final das contas, o consumidor é o principal beneficiado com esse programa de certificação. Ele vai adquirir um produto de maior qualidade, com garantia de alimento seguro, produzido de forma sustentável, em uma propriedade que promove a qualidade de vida e a saúde do produtor rural”, afirmou.

O programa é gerido em conjunto por Seagri-DF, Centrais de Abastecimento (Ceasa-DF), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-DF) e Vigilância Sanitária.

 

* Com informações da Secretaria de Agricultura do DF

Fonte: agenciabrasilia.df.gov.br/2019/11/08/portaria-define-alteracoes-no-programa-boas-praticas-agropecuarias

- Publicidade-

Últimas Notícias

DF tem mais um recorde de oferta de emprego – Agência Brasília

Oportunidades: 305 vagas para esta terça-feira (8) No comércio, a oferta é de 185 vagas. Para quem...

Com programa na rádio líder de audiência no DF deputado Hermeto comemora dia do radialista – Deputado Hermeto

Com programa na rádio líder de audiência no DF deputado Hermeto comemora dia do radialistaPublicado por Larissa do Vale em 21 de setembro de...

É o fim – Blog Geração de Valor

De tempos em tempos precisamos reavaliar nossa rota, saber se realmente no caminho que estamos seguindo iremos alcançar nossos objetivos....

A hostilidade em um relacionamento: o prelúdio do fim

A hostilidade é uma atitude de desprezo para com uma ou mais pessoas com a intenção consciente de fazer mal. Essa intenção pode ser...

Botafogo vence Vasco e leva vantagem para volta da Copa do Brasil | Policiamento Inteligente

O Botafogo saiu na frente no duelo com o Vasco pela quarta fase da Copa do Brasil. Em...
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-