Humanização do parto é tema de audiência pública – Agência Brasília

Mais Lidas

CODHAB publica Edital de Notificação de Regularização da Vargem Bonita – Deputado Hermeto

CODHAB publica Edital de Notificação de Regularização da Vargem BonitaPublicado por Larissa do Vale em 27 de outubro de...

Será que eu sou neurótico? – A Mente é Maravilhosa

A palavra neurótico se tornou muito popular e perdeu parte do seu significado original no processo. Embora tenha sido...

O parto humanizado foi tema de Audiência Pública, nesta segunda-feira (18), na Câmara Legislativa do Distrito Federal. Representantes da sociedade civil, profissionais de saúde, gestores e parlamentares debateram as formas de aprimorar a assistência à mulher, focando na humanização.

“Esse tema precisa estar sempre em pauta, pois é importante que as mulheres conheçam cada vez mais o seu direito ao parto humanizado. É preciso incentivar a discussão e o estudo entre as profissionais para que as práticas sejam sempre baseadas em evidências científicas”, destaca a chefe da Assessoria de Redes de Atenção à Saúde, Camila Gaspar.

A audiência “Parir e nascer sem violência” abordou, além da humanização do parto, as formas de enfrentamento da violência no pré-natal, pós-parto e o fortalecimento dos serviços de saúde.

Melhorias

De acordo com a gestora, a Secretaria de Saúde tem buscado, cotidianamente, melhorar a assistência às mulheres em trabalho de parto. “Várias ações vêm sendo realizadas com o objetivo de facilitar uma assistência mais humanizada possível, como a capacitação dos servidores nas boas práticas de parto e as reformas estruturais para adaptar as instalações”, acrescenta.

Os resultados dessas ações são perceptíveis nos atendimentos no Distrito Federal, conforme ressalta a gerente de Serviços de Enfermagem, Obstetrícia e Neonatal, Gabrielle Medeiros, que pontuou algumas dessas boas práticas.

São elas: o contato pele a pele, clampeamento (corte) oportuno do cordão, uso das posições verticalizadas durante o trabalho do parto e no parto, a dieta livre durante o trabalho de parto e a diminuição do corte do períneo posterior para facilitar o nascimento.

“É bom que se discuta tudo o que vem amparar a mulher. O parto natural humanizado é mais saudável, a recuperação é mais rápida e os filhos nascem mais saudáveis. Os profissionais, dessa forma, podem ajudar mais as mães”, conclui a técnica de enfermagem Maria Helena Borges.

* Com informações da Secretaria de Saúde 

Fonte: agenciabrasilia.df.gov.br/2019/11/18/humanizacao-do-parto-e-tema-de-audiencia-publica

- Publicidade-

Últimas Notícias

CODHAB publica Edital de Notificação de Regularização da Vargem Bonita – Deputado Hermeto

CODHAB publica Edital de Notificação de Regularização da Vargem BonitaPublicado por Larissa do Vale em 27 de outubro de 202027 de outubro de 2020...

Será que eu sou neurótico? – A Mente é Maravilhosa

A palavra neurótico se tornou muito popular e perdeu parte do seu significado original no processo. Embora tenha sido usada na psiquiatria e na...

Homem é preso por tráfico de drogas em Pastos Bons – MA • PM/MA | Policiamento Inteligente

Na noite de domingo (25), Policiais Militares do 35º Batalhão de Polícia Militar prenderam um homem suspeito de tráfico de drogas em...

Hospitais terão que fazer teste de mapeamento genético às mulheres com elevado risco de desenvolver câncer de mama. – Rafael Prudente

A oferta de realização do teste de mapeamento genético às mulheres com elevado risco de desenvolver câncer de mama, será obrigatória em todos os...
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-