Moro pede votação de projeto de lei de 2ª instância ainda em 2019 | Aderivaldo23

Mais Lidas

A psicologia do crime: tudo que você precisa saber

Por que os fenômenos criminosos ocorrem? Como explicar o comportamento antissocial? Durante...

Leonardo Villar, ator de Pagador de Promessas, morre aos 96 anos | Policiamento Inteligente

O ator Leonardo Villar morreu hoje (3), em São Paulo, aos 96 anos, vítima de uma parada cardíaca. Nascido em Piracicaba,...

Mais de 1,1 mil feirantes já foram testados para Covid-19 – Agência Brasília

Os feirantes e produtores rurais do Distrito Federal continuam sendo orientados e testados para Covid-19. A ação da Secretaria...

Moro 1024x682
Moro 1024×682
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil
imagem03-12-2019-09-12-25
imagem03-12-2019-09-12-25

O ministro Sergio Moro, da Justiça e Segurança Pública, afirmou nesta segunda-feira (02/12/2019) ser contra deixar para o ano de 2020 a discussão sobre a prisão em  segunda instância. Esse é o cenário mais provável no momento no Congresso, na medida em que o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), está costurando um acordo com líderes para aguardar a tramitação de uma proposta de emenda constitucional na Câmara dos Deputados.

Na primeira manifestação contrária a esse acordo, Moro reafirmou que não é necessária PEC, e sim projeto de lei para promover a mudança, por meio da alteração do Código do Processo Penal.

“Eu gostaria de ver isso aprovado o quanto antes. Se for possível aprovar por um projeto de lei nesse ano, no Senado ou na Câmara, um tanto melhor. Por que a gente tem de esperar o ano que vem?”, indagou em Moro, em entrevista à Rádio Jornal do Commercio de Pernambuco.

Vigilância

“Mas se a decisão do Congresso for fazer por uma emenda constitucional, que tenha alguns prazos maiores, aí é uma decisão do Congresso. O importante é a sociedade, nós ficarmos vigilantes em relação a essa situação, para que possamos ver isso realizado”, completou o ministro.

Senadores próximos ao ministro da Justiça vinham apelando ao chefe da pasta para se colocar publicamente com mais contundência a respeito do que classificam como um “acordão” entre Alcolumbre, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e líderes do Centrão e da esquerda.

Houve incômodo até com a postura de Moro durante reunião com parlamentares na semana passada. O encontro terminou com líderes anunciando um acordo para priorizar a discussão na Câmara. Para interlocutores do ministro, a ida ao encontro demonstra que existe diálogo de Moro com o Congresso e representa o reconhecimento de que ele não pode pautar o Legislativo.

Informações do Portal Metrópoles

Fonte: aderivaldo23.com/moro-pede-votacao-de-projeto-de-lei-de-2a-instancia-ainda-em-2019

- Publicidade-

Últimas Notícias

A psicologia do crime: tudo que você precisa saber

Por que os fenômenos criminosos ocorrem? Como explicar o comportamento antissocial? Durante...

Leonardo Villar, ator de Pagador de Promessas, morre aos 96 anos | Policiamento Inteligente

O ator Leonardo Villar morreu hoje (3), em São Paulo, aos 96 anos, vítima de uma parada cardíaca. Nascido em Piracicaba, em 25 de julho de 1924, Villar...

Mais de 1,1 mil feirantes já foram testados para Covid-19 – Agência Brasília

Os feirantes e produtores rurais do Distrito Federal continuam sendo orientados e testados para Covid-19. A ação da Secretaria de Saúde leva as equipes...

No final, tudo vai ficar bem – A Mente é Maravilhosa

No final, tudo vai ficar bem, então não pare de acreditar, independentemente da sua realidade. Em algum...

Motociclista é detido com moto adulterada em Planaltina | Policiamento Inteligente

Policiais militares do Grupo Tático Operacional (GTOP) detiveram um homem e apreenderam uma moto nesta terça-feira (30), por volta das 19h, em Planaltina. ...
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-