Com software do PTI, servidores públicos de Brasília vão compartilhar carros elétricos | Blog da Cris | Fatos verdades

Mais Lidas

Ônibus da Mulher segue atendendo por mais cidades – Agência Brasília

Ônibus da Mulher reforça o Outubro Rosa em Ceilândia e Samambaia Serviços em conjuntoAlém da orientação sobre...

NOTA INFORMATIVA. | Prefeitura Municipal de Goiás

A Prefeitura de Goiás, através da Sec. Mun. de Saúde, vêm a público esclarecer sobre os frascos de álcool...

Projeto de Lei do deputado Iolando prevê proibição de cobrança pelos serviços de religação de água e luz | Deputado Iolando

Aprovado em primeiro turno o PL 723/2019, de autoria do deputado Iolando, dispõe sobre cobrança de taxas pelo serviço...

Com software do PTI, servidores públicos de Brasília vão compartilhar carros elétricos
Com software do PTI, servidores públicos de Brasília vão compartilhar carros elétricos
Com software do PTI, servidores públicos de Brasília vão compartilhar carros elétricos
imagem08-10-2019-03-10-17
imagem08-10-2019-03-10-17
Abastecimento KikoSierich 1000x570
Abastecimento KikoSierich 1000×570
Abastecimento KikoSierich 1000×570

Servidores públicos do Distrito Federal poderão realizar trajetos curtos com carros elétricos compartilhados. Os veículos fazem parte de um projeto pioneiro para frotas públicas, que será lançado oficialmente nesta segunda-feira (7), às 10h, em solenidade no Palácio do Buriti, em Brasília (DF).

Diversas autoridades devem participar da cerimônia. Entre eles, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha; o presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Igor Calvet; e o diretor-superintendente do Parque Tecnológico Itaipu (PTI), General Eduardo Castanheira Garrido Alves.

O projeto Veículo para Eletromobilidade (VEM DF) é resultado de uma parceria entre a ABDI, o PTI e o Governo do DF. Os usuários terão à disposição 16 carros elétricos do modelo Renault Twizy, que podem atingir até 80 km/h de velocidade, e têm autonomia para rodar 100 quilômetros com uma carga de bateria.

O PTI é o responsável pelo desenvolvimento de um software (MoVE), que permite aos usuários reservarem os veículos disponíveis, assim como acompanharem, em tempo real, informações como localização, velocidade, carga de bateria, rotas percorridas e até a quantidade de dióxido de carbono (CO²) que está deixando de ser emitida na atmosfera.

Coube ao Parque Tecnológico também adaptar os veículos à tecnologia e oferecer treinamentos aos usuários. “Temos um projeto semelhante, que já foi validado e deu muito certo. Em Brasília não deve ser diferente”, destacou o diretor-superintendente do PTI, General Eduardo Castanheira Garrido Alves. Ele também lembrou do papel do Parque em “promover tecnologias sustentáveis e contribuir para tornar as cidades mais inteligentes”.

Para garantir o carregamento dos veículos, 35 eletropostos (pontos de recarga) devem ser instalados por todo o Distrito Federal até o final deste ano. A infraestrutura fabricada pela WEG será gratuita e de uso coletivo, permitindo a utilização de veículos de qualquer montadora.

Igor Calvet, presidente da ABDI, explicou que o objetivo da Agência no projeto “é divulgar soluções e promover o investimento em eletromobilidade, que é um dos alicerces estratégicos das cidades inteligentes”. Já o GDF, com a iniciativa, busca reduzir custos com a manutenção e combustíveis da frota oficial.

Cenário favorável

Brasília (DF) possui algumas vantagens quanto ao uso de carros elétricos. O relevo predominantemente plano reduz o consumo de bateria; a temperatura é favorável; e a tensão de 220 volts dispensa adaptações para a instalação dos eletropostos.

Em princípio, o VEM DF terá uma rota restrita à Esplanada dos Ministérios e sedes dos órgãos da administração do DF. O investimento total do projeto foi de R$ 3,1 milhões, sendo R$ 2,1 milhões da ABDI, utilizados na compra dos carros e dos eletropostos, e R$ 1 milhão do PTI, com o desenvolvimento do software.

Como funciona?

O desbloqueio dos carros poderá ser realizado pelo servidor por meio de seu próprio cartão após cadastro prévio. Pelo aplicativo, os veículos poderão ser reservados. Para o bom funcionamento da tecnologia, os usuários devem seguir algumas orientações simples, como realizar as reservas sempre via software; deixar o carro carregando sempre que estiver parado nas vagas destinadas ao projeto com eletroposto; e não utilizarem veículos para reuniões demoradas em locais que não haja ponto de compartilhamento.

imagem08 10 2019 03 10 55
imagem08 10 2019 03 10 55
imagem08-10-2019-03-10-55

Fonte: Radio Cultura

Conteúdo Bloqueado

Ajude-nos a crescer! Compartilhe esta matéria com seus amigos no Facebook clicando no botão abaixo para desbloquear o conteúdo automaticamente. Compartilhar é grátis!

Clicando no botões você concorda com os termos de uso e política de privacidade

imagem08-10-2019-03-10-19
imagem08-10-2019-03-10-19

Fonte: fatosverdades.com.br/noticias/com-software-do-pti-servidores-publicos-de-brasilia-vao-compartilhar-carros-eletricos-blog-da-cris

- Publicidade-

Últimas Notícias

Ônibus da Mulher segue atendendo por mais cidades – Agência Brasília

Ônibus da Mulher reforça o Outubro Rosa em Ceilândia e Samambaia Serviços em conjuntoAlém da orientação sobre...

NOTA INFORMATIVA. | Prefeitura Municipal de Goiás

A Prefeitura de Goiás, através da Sec. Mun. de Saúde, vêm a público esclarecer sobre os frascos de álcool gel que estão sendo amplamente...

Projeto de Lei do deputado Iolando prevê proibição de cobrança pelos serviços de religação de água e luz | Deputado Iolando

Aprovado em primeiro turno o PL 723/2019, de autoria do deputado Iolando, dispõe sobre cobrança de taxas pelo serviço de religação de luz e...

Embaixada Paulista estimula networking e autoconfiança entre os membros – Blog Geração de Valor

“Eu sou impactado pela evolução e pelo desenvolvimento de cada pessoa”, afirma o líder do grupo, Rodrigo Nunes. Fonte: blog.geracaodevalor.com/embaixada-paulista-estimula-networking-e-autoconfianca-entre-os-membros

Hollywood: outro passado e um novo presente – A Mente é Maravilhosa

Em apenas 7 episódios, Hollywood conseguiu reescrever o passado. A nova série da Netflix de Ian Brennan e Ryan Murphy dividiu totalmente os críticos: ame...
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-