Wednesday, May 18, 2022
spot_img
HomeDFAgência Brasília

Agência Brasília


Melhorar e ampliar equipamentos públicos voltados às crianças, harmonizar a cidade e torná-la mais receptiva à primeira infância, bem como investir em infraestrutura adequada. Essas são algumas das ações fundamentais para a administração regional inscrever a cidade no Prêmio Região Administrativa Amiga da Criança – Edição 2022, cujo edital foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) nesta segunda-feira (14).

Ilustração: Secretaria de Desenvolvimento Social do DF


“Trabalhar, hoje, ações de valorização desse público significa colher, no futuro, uma sociedade mais justa e consciente”, enfatiza a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha

O prêmio visa agraciar as regiões que se destacam na implementação de ações de promoção, proteção e apoio ao desenvolvimento na primeira infância, em consonância com o Programa Criança Feliz Brasiliense. “A premiação ressalta e incentiva o emprego de esforços no desenvolvimento da primeira infância no Distrito Federal”, enfatiza a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha.

As inscrições ocorrem de 19 a 31 de agosto. O formulário sobre as ações de promoção, proteção e apoio ao desenvolvimento na primeira infância deve ser enviado à Secretaria Executiva do Comitê Gestor do Programa Criança Feliz Brasiliense, via SEI, no endereço CACI/CGP-CFB.


“Trata-se de uma importante iniciativa do GDF para o fomento de ações locais para primeira infância, que é uma janela em que experiências, descobertas e afeto são levados para o resto da vida”,
justifica a coordenadora do Criança Feliz Brasiliense, Ana Caroliny de Oliveira Sousa

Bicampeã, a região administrativa do Recanto das Emas venceu nas categorias grande e médio porte. O administrador Carlos Dalvan reforçou a importância das obras entregues na cidade com espaços criados para a primeira infância. “O intuito da gestão é valorizar a atenção com as crianças, além de priorizar ações voltadas para as famílias da cidade”, completou.

No ano passado, além do Recanto, Taguatinga e Candangolândia também foram agraciadas. “Trata-se de uma importante iniciativa do GDF para o fomento de ações locais para primeira infância, que é uma janela em que experiências, descobertas e afeto são levados para o resto da vida”, justifica a coordenadora do Criança Feliz Brasiliense, Ana Caroliny de Oliveira Sousa.

Criança Feliz Brasiliense

Vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Social, o Criança Feliz Brasiliense tem o objetivo de apoiar e acompanhar o desenvolvimento infantil integral na primeira infância e facilitar o acesso da gestante, das crianças e de suas famílias às políticas públicas.

Após a família aderir ao programa por meio dos Centros de Referência de Assistência Social (Creas), as equipes iniciam as visitas domiciliares, que envolvem ações de saúde, educação, assistência social, cultura e direitos humanos. Também estimula a responsabilidade dos adultos que são referência para a criança no seu dia a dia e se relacionam diretamente com ela, estabelecendo vínculos afetivos mais próximos nos primeiros anos de vida.

Além disso, o Criança Feliz Brasiliense promove o fortalecimento do papel das famílias no cuidado, na proteção e na educação das crianças na primeira infância e encoraja o desenvolvimento de atividades lúdicas envolvendo outros membros da família.


*Com informações da Secretaria de Desenvolvimento Social do DF

Agência Brasília* | Edição: Saulo Moreno



Source link

RELATED ARTICLES
- Advertisment -spot_img

populares