Destaques FGV: indicadores globais apontam desaceleração no segundo semestre

FGV: indicadores globais apontam desaceleração no segundo semestre

-

- Advertisment -

Os Barômetros Econômicos Globais de setembro, divulgados hoje (10) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV), permanecem com a tendência de queda observada desde julho, apesar de manterem os níveis elevados, compatíveis com a retomada da economia mundial. Os barômetros econômicos são um sistema de indicadores que permite uma análise tempestiva do desenvolvimento econômico global e foram lançados em março de 2020 pela FGV. 

Enquanto o Barômetro Coincidente reflete o estado atual da atividade econômica, o Barômetro Antecedente emite um sinal cíclico cerca de seis meses à frente dos desenvolvimentos econômicos reais. Esses indicadores se baseiam nos resultados de pesquisas de tendências econômicas realizadas em mais de 50 países. A intenção é ter a cobertura global mais ampla possível.

A desaceleração do Barômetro Econômico Global Coincidente foi de 6,3 pontos, ficando em 111,8 pontos em setembro. O Barômetro Econômico Global Antecedente diminuiu 7,2 pontos no mês, para 105,1 pontos. Todas as regiões pesquisadas pelo Ibre/FGV tiveram quedas em setembro, sendo mais acentuada na região que engloba Ásia, Pacífico e África no indicador Coincidente, e Europa no indicador Antecedente.

De acordo com o pesquisador da FGV Paulo Picchetti, a retomada do nível de atividade, na comparação com o período mais severo da pandemia de covid-19, segue com o avanço da imunização e do relaxamento das restrições de mobilidade. Mas alguns problemas persistem.

“Essa retomada vem ocorrendo em meio à persistência de problemas relacionados às cadeias de suprimentos de diversas matérias primas, transformando parte do aumento da demanda em elevação de preços ao longo de todas as regiões e setores. As desacelerações observadas nos barômetros Coincidente e Antecedente refletem as questões ligadas a essas restrições de oferta, e às alternativas de política econômica para lidar com aumentos generalizados de preços”.

Regiões e setores

Por região, a desaceleração no indicador Coincidente foi puxada pela Ásia, Pacífico e África, que contribuiu com 3,9 pontos na queda. Europa deu uma contribuição negativa de 1,3 ponto e Hemisfério Ocidental de 1,1 ponto. Segundo o instituto, todas as regiões ainda registram indicadores acima do nível médio histórico de 100 pontos.

Os cinco setores monitorados caíram em setembro. O indicador Economia teve o maior peso, com queda de 8,9 pontos, seguido da Indústria (-3,1 pontos) e do Comércio (-11,7 pontos). O indicador do Setor de Serviços caiu pela terceira vez consecutiva, agora em menor ritmo, de 6 pontos.

No Barômetro Global Antecedente, as três regiões contribuíram de forma negativa, com  Europa contribuindo com 3,6 pontos, seguida da Ásia, Pacífico e África (-2,3 pontos) e Hemisfério Ocidental (-1,2 ponto). A FGV aponta que a Europa passou de região mais otimista para a primeira região em neutralidade, com 99,9 pontos em setembro. As demais regiões se mantêm acima dos 100 pontos.

As maiores contribuições negativas entre os setores foram da Indústria (-5,5) e da Economia (-10,1), sendo que este setor chegou a 94,6 pontos, o único abaixo de 100. Construção, Serviços e Comércio continuam registrando níveis que refletem otimismo no curto prazo, segundo o levantamento.

Fonte: Agência Brasil

Latest news

Concerto em Brasília abre atividades pelos 200 anos da Independência

A Concha Acústica do Distrito Federal, em Brasília, será palco hoje (21), às 20h, de concerto gratuito da Orquestra Sinfônica do...

Larissa Manoela faz challenge sensual para mostrar look do dia: “Ela pode!”

  Recentemente, Larissa Manoela parou as redes sociais após compartilhar um vídeo de transformação ousadíssimo em sua conta do Instagram. Não...

Deputado Humberto Aidar comanda reunião ordinária híbrida da CCJ que acontece nesta terça-feira, as 14 horas

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ)  se reúne nesta terça-feira, 21, a fim de deliberar acerca de...
- Advertisement -

Copom inicia sexta reunião do ano para definir juros básicos

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) começa hoje (21), em Brasília, a sexta reunião do ano para definir a...

Delegada da Polícia Civil é proibida de entrar em loja e relata racismo

PCCE/Divulgação Ana Paula Barroso é delegada e relatou um episódio de racismo no Ceará Ana Paula...

Must read

- Advertisement -

You might also likeRELATED
Recommended to you