Destaques Apple é investigada por vender informações de “conversas gravadas”...

Apple é investigada por vender informações de “conversas gravadas” pela Siri

-

- Advertisment -

Unsplash/Mihai Moisa

Apple é processada por conta da Siri

A Siri, assistente de voz da Apple, tornou-se motivo de um processo movido na Justiça dos EUA. Segundo os usuários, depois de discussões privadas em que a assistente de voz foi ativada, eles passaram a receber anúncios direcionados relacionados a itens mencionados: um usuário recebeu propagandas do tênis Air Jordan após conversar sobre o produto com um amigo.

O juiz Jeffrey White, da Corte Distrital dos EUA, do Distrito Norte da Califórnia, deu permissão para que os usuários provem que a Siri rotineiramente gravou conversas por meio de uma “ativação acidental”, e de que a Apple vendeu informações dessas conversas para terceiros.

Geralmente, a Siri, como outras assistentes de voz, é ativada por meio de uma frase-chave. Nos EUA, é “Hey Siri”. No Brasil, as palavras mágicas são: “E aí, Siri?”.

Você viu?

Os casos contidos no processo variam, mas todos os usuários reclamam que receberam anúncios direcionados depois de conversarem sobre um produto específico.

Em um dos exemplos do processo, a Siri supostamente escutou uma conversa sobre um tratamento cirúrgico. Depois, a pessoa começou a receber propagandas divulgando aquele procedimento específico. Em outro caso, dois usuários reclamam que começaram a receber anúncios relacionados ao que discutiram: tênis da marca Air Jordan, óculos da Pit Viper e a rede de restaurantes Olive Garden. Segundo eles, a Siri ouviu as conversas.

Apple pode ser condenada por violar Lei Federal de Escuta

O juiz californiano de Oakmont confirmou que os usuários podem perseguir a alegação de que a Apple violou a Lei Federal de Escuta — feita para proteger ligações e comunicação entre cidadãos americanos — e a Lei de Privacidade do Estado da Califórnia. Além disso, a empresa pode ter realizado uma quebra de contrato, caso a escuta da Siri tenha sido usada por terceiros.

Nem a Apple ou os usuários que estão processando a empresa responderam ao pedido feito pela Reuters para que comentassem sobre o caso.

No começo de julho, outro juiz federal da Califórnia disse que usuários do Google Assistente, inteligência artificial de voz da empresa, podem processar o Google e a Alphabet — holding do buscador — por motivos parecidos. A firma de advogados que representa os casos Google Assistente e Siri é a mesma.

A Amazon também já enfrentou processos parecidos na Justiça dos EUA por causa da sua própria assistente de voz, a Alexa. No Brasil,  a empresa lançou recentemente os dispositivos Echo Show 5 e 8, que vêm com o software da IA.

Latest news

Construção civil convoca mais de 220 profissionais – Agência Brasília

O mercado da construção civil está aquecido no DF. Além do aumento das emissões de alvará – 32%...

Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos

Morreu hoje (19) o ator Luis Gustavo Blanco, aos 87 anos de idade. Segundo o sobrinho, o também...

Construção civil convoca mais de 220 profissionais

O mercado da construção civil está aquecido no DF. Além do aumento das emissões de alvará – 32% no...

Construção de pontes promove novas oportunidades aos maranhenses que antes viviam no isolamento

Finalização do içamento das vigas metálicas nos blocos...
- Advertisement -

Desenvolvimento Territorial elabora projeto para revitalizar Mirante de Cruz das Almas

Reforma será concluída em novembro deste ano e inclui melhorias no piso, construção de rampas acessíveis, entre outras intervenções Um...

Operação da PM prende 32 pessoas e apreende drogas na Capital e RMC

O balanço de dois dias da operação Tríade da Polícia Militar na Capital e Região Metropolitana resultou em 32...

Must read

Construção civil convoca mais de 220 profissionais – Agência Brasília

O mercado da construção civil está aquecido no...

Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos

Morreu hoje (19) o ator Luis Gustavo Blanco,...
- Advertisement -

You might also likeRELATED
Recommended to you