Destaques Relatório incentiva empresas do DF a exportar – Agência...

Relatório incentiva empresas do DF a exportar – Agência Brasília

-

- Advertisment -

Um levantamento que vai nortear, a partir de agora, ações do Governo do Distrito Federal (GDF) com foco nas exportações por parte das empresas locais. Assim pode ser resumido o Relatório Técnico – o comércio exterior do Distrito Federal: contexto e oportunidades,  entregue nesta quarta-feira (25), por diversas instituições que se uniram para, em parceira com o governo, alavancar o desenvolvimento econômico no DF, por meio do projeto Park das Nações.

O documento, elaborado pelo Sebrae em conjunto com o Centro Universitário de Brasília (UniCeub), empresários e entidades da cidade reúne, em um impresso, dados técnicos relevantes para estimular a maior participação do empresariado do DF na exportação, fortalecendo Brasília como hub de distribuição de produtos e serviços.

“Vendo o documento, eu fiquei muito satisfeito com o resultado. Porque, mesmo sendo um relatório técnico, ele é resultado dos esforços de várias empresas e instituições que sempre foram parceiras no governo, e facilitam a compreensão do cenário da exportação e importação no Distrito federal, além de trazer possíveis caminhos para os empresários que se interessem em se tornar exportadores”, destacou o vice-governador Paco Britto.

O Park das Nações atenderá empresários que já exportam ou os que são potenciais exportadores, em especial os micro, pequenos e médios empresários do DF | Fotos: Renato Araújo/Agência Brasília

De acordo com ele, o documento é a “largada de uma corrida empresarial que vai fortalecer o crescimento econômico do DF”, pois “atende não apenas os empresários que já exportam, mas a todos que almejam isso”. “A partir de agora, vamos buscar a efetivação daquilo que foi a condensação desse estudo. O Park das Nações é um dos pilares do nosso programa de atração de investimento e desenvolvimento da capital”, completou o secretário de Desenvolvimento Econômico do DF, José Eduardo Pereira.

A pasta foi responsável, juntamente com a Secretaria de Turismo e da Secretaria de Ciência e Tecnologia e Inovação, pelo comando da primeira etapa do projeto, concluída com a entrega do relatório.

O documento traz dados científicos que mostram vantagens e desvantagens da exportações, mas também oferece um levantamento técnico com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) e outros, gerados pelo setor produtivo por meio de entidades de classe.

Conforme frisou a professora titular na graduação de Administração no UniCeub, Tatiane Araújo, que coordenou os trabalhos para a confecção do relatório, o documento é o resultado de um “esforço coletivo”. “Fizemos um levantamento de dados. A tarefa do UniCeub foi de que todos os dados trazidos pelas entidades pudessem dialogar”.

“Uma coisa que aprendemos e isso é quase um ritual na governança é que ninguém faz nada sozinho. E esse trabalho de equipe é fundamental e importantíssimo para elevar Brasília a outro nível”, frisou o secretário de Governo do DF, José Humberto Pires. De acordo com ele, a capital “precisa ser referência em muitas coisas” e a exportação é uma delas. “Somos uma caixa de ressonância para o país”, acrescentou.

Park das Nações

Mesmo com a crise econômica causada pela pandemia, as exportações no DF cresceram em 2020 em 8,4% em relação a 2019, segundo dados da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil)

Projeto iniciado no primeiro semestre de 2019, por uma parceria entre o GDF e a Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do DF (ADVB), o Park das Nações aconteceria, justamente, quando a pandemia da covid-19 se espalhou pelo mundo. A ideia era a de promover um grande evento, de 15 dias, no Parque da Cidade, chamado Park das Nações, para abrir portas para o intercâmbio comercial das empresas do DF com novos mercados, estimulando o empresariado local a exportar.

Sem a possibilidade de realizar um evento de grande porte presencial, entidades parceiras do projeto e empresários decidiram, então, criar o Relatório Técnico para manter o projeto vivo. “Durante anos trabalhei com comercio exterior, e este governo foi o primeiro que chegou e disse: ‘isso é importante’. O resultado deste documento já fala por si. Sempre tivemos ausência desses dados para o nosso empresariado”, apontou a presidente da ADVB e da Brasília Convention & Visitors Bureau, Claudia Maldonado.

O Park das Nações atenderá empresários que já exportam ou os que são potenciais exportadores, em especial os micro, pequenos e médios empresários do DF.  “Alguns Estados brasileiros se renderam ao momento e pararam as ações. Porém, somos comandados por um grande maestro, que com sua batuta, rege essa orquestra chamada GDF. E aqui, o governador Ibaneis Rocha não deixou com que a cidade parasse. Salvamos vidas. Cuidamos da saúde. Mas também demos andamento a cerca de 400 obras que geraram em torno de 35 mil empregos”, pontuou o vice-governador.

De acordo com Paco, o projeto, mesmo tendo mudado de formato, foi levado adiante para oferecer aos empresários do DF a oportunidade de crescimento. “O evento virou um documento, mas não com menor importância. Pelo contrário. Porque chega com o mesmo propósito de nortear e incentivar as exportações por parte das empresas da nossa cidade”.

Exportações do DF

Paco lembrou que é importante atrair indústrias para o Distrito Federal e estimular os jovens produtores, encurtar caminhos para que micro, pequenos e médios empresários tenham acesso facilitado à linhas de crédito

Mesmo com a crise econômica causada pela pandemia, as exportações no DF cresceram em 2020 em 8,4% em relação a 2019, segundo dados da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil). O mercado asiático foi o maior consumidor de produtos importados do Distrito federal: a carne de frango. Outros itens padrão importação da capital como soja, cereais e produtos têxteis e minerais também registraram crescimento.

“Estamos buscando fazer com que os nossos números se multipliquem e construindo o futuro, tijolo por tijolo, porque Brasília não merece mais esperar. São 61 anos”, enfatizou o secretário de Desenvolvimento Econômico. “Vamos partir para o mercado internacional, para fazermos relações fortes, não apenas com a China, mas com os Estados Unidos e países árabes”, concluiu.

Paco lembrou que é importante atrair indústrias para o Distrito Federal e estimular os jovens produtores, encurtar caminhos para que micro, pequenos e médios empresários tenham acesso facilitado à linhas de crédito. “Tudo isso vai contribuir para chegarmos ao desenvolvimento econômico desejado para a nossa capital”, garantiu o vice-governador.

O projeto Park das Nações – cuja realização é da Associação Brasileira dos Dirigentes de Vendas e Marketing (ADVB ) e da Brasília Convention & Visitors Bureau -, conta com a participação da Federação da Agricultura e Pecuária do DF (Fape-DF); Federação do Comércio DF (Fecomércio-DF); Federação da Indústria do DF (Fibra-DF); Associação Comercial do Distrito Federal (ACDF); Associação da Industria Hoteleira do DF (Abih-DF); Câmara das Mulheres Empreendedoras do DF; Conselho da Mulher Empresária do DF; Comissão de Migração e Comércio Exterior da OAB-DF; e dos Conselho de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Estratégico do DF (Codese); Centro Universitário de Brasília (Uniceub); e do Sindicato das Empresas de Turismo do DF (Sindetur). Representantes de todas as entidades envolvidas estiveram presentes no evento.

Source link

O post Relatório incentiva empresas do DF a exportar – Agência Brasília apareceu primeiro em Fogo Cruzado.

Latest news

Crianças sem comorbidades podem se inscrever para xepa de vacina em SP

Famílias com crianças de 5 a 11 anos de idade sem comorbidades podem cadastrar os filhos para que recebam...

Primeira fase da Copa do Brasil tem confrontos definidos por sorteio

Um sorteio na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) nesta segunda-feira (17) definiu os 40 duelos da primeira fase...

Laboratório de Línguas da UEL oferta nove cursos para a comunidade no 1º semestre de 2022

O Laboratório de Línguas da Universidade Estadual de Londrina (UEL), do Centro de Letras e Ciências Humanas (CCH), divulgou o cronograma de...

Twitter vai permitir denúncias de posts com fake news no Brasil

Pedro Knoth Twitter vai permitir denúncias de posts com fake news no Brasil O Twitter informou em...
- Advertisement -

Pandemia fez um novo bilionário a cada 26 horas, diz Oxfam

Enquanto a pandemia colocou na pobreza mais de 160 milhões de pessoas, um novo bilionário surgiu a cada 26...

Cursos intensivos de verão movimentam as manhãs da Escola de Dança da Funceb

Foto: Lucas Malkut Durante todo o mês de janeiro, a Escola de Dança da Funceb (Pelourinho) está com vagas abertas...

Must read

Crianças sem comorbidades podem se inscrever para xepa de vacina em SP

Famílias com crianças de 5 a 11 anos de...

Primeira fase da Copa do Brasil tem confrontos definidos por sorteio

Um sorteio na sede da Confederação Brasileira de Futebol...
- Advertisement -

You might also likeRELATED
Recommended to you