Destaques Mais Infância Ceará: seis anos atuando na garantia de...

Mais Infância Ceará: seis anos atuando na garantia de direitos das crianças cearenses

-

- Advertisment -

Wiarlen Ribeiro – Ascom Gabinete da Primeira-Dama – Texto
Ariel Gomes – Fotos

Há exatos seis anos, o Programa Mais Infância Ceará tem o desafio de gerar possibilidades para o desenvolvimento integral das crianças. A iniciativa, instituída política pública estadual, promove o desenvolvimento infantil através das diversas ações realizadas nos 184 municípios cearenses, além do fortalecimento de vínculo da criança com a família e a comunidade.

“Estabelecer bases sustentáveis para o desenvolvimento integral de nossas crianças é o que nos move, diariamente, no Programa Mais Infância Ceará. Desde 2015 já são 297 equipamentos para o desenvolvimento infantil entregues pelo Mais Infância. Seguimos na luta para proporcionar um presente e um futuro de oportunidades para as nossas crianças. São seis anos de avanços que deixarão um legado para a infância.”, destaca a idealizadora do Programa e primeira-dama do Ceará, Onélia Santana.

De natureza multissetorial, a iniciativa é estruturada em quatro pilares: Tempo de Nascer, que atende a reestruturação alinhada de cuidado materno-infantil, visando a redução da morbimortalidade materna e perinatal; Tempo de Crescer, que contempla a construção de uma rede de fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, por meio de serviços e formações de profissionais; Tempo de Brincar, que foca nos benefícios para o desenvolvimento físico, cognitivo e emocional das crianças; e Tempo de Aprender, que compreende a escola como direito de todos.

O Programa

Criado em agosto de 2015, defende a necessidade de um olhar especial e mais dedicado à infância, a partir de um diagnóstico da situação do Estado na área e do mapeamento das ações voltadas para o segmento nas diferentes secretarias estaduais.

Ações e Resultados

O Governo do Ceará vem fazendo uma série de investimentos para melhorar a vida de cada menino e menina cearense, como a implantação do Cartão Mais Infância, transferência de renda no valor de R$ 100 para famílias com crianças de 0 a 5 anos e 11 meses. Esses beneficiados são públicos prioritários das políticas de saúde, educação e assistência. Neste ano, o Governo do Ceará realizará o pagamento do auxílio para 150 mil núcleos familiares, com o investimento de R$ 147 milhões, no intuito de superar a extrema pobreza no Estado. A ação ganhou também o reforço de agentes sociais que vão atuar nos municípios cearenses, para qualificar e ampliar o acesso dessas famílias às políticas públicas municipais e estaduais.

Para garantir a segurança alimentar e nutricional das crianças, o Estado conta com duas fábricas do Programa Mais Nutrição, em Maracanaú e em Barbalha, que já proporcionou a distribuição de alimentação para milhares de pessoas de 65 municípios com mais de 1,4 milhões de toneladas de alimentos “in natura”, polpas, mix de preparo de alimentos e cestas básicas. O programa já contemplou 127 entidades de Barbalha, Caucaia, Crato, Fortaleza, Juazeiro do Norte e Maracanaú. O Mais Nutrição tem a parceria permanente da Associação dos Permissionários da Ceasa, produtores rurais, Grupo M. Dias Branco e Sistema Fiec/Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), além dos parceiros espontâneos da iniciativa privada.

O Mais infância Ceará possibilitou ainda a realização de mais de 4,7 milhões de visitas domiciliares, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Infantil – PADIN, Programa Primeira Infância no SUAS/ Criança Feliz, em parceria com o Governo Federal, e Programa de Apoio ao Crescimento Econômico com Redução de Desigualdades e Sustentabilidade Socioambiental – PforR. Essas ações, executadas em parceria com os municípios, contemplaram mais de 125 mil famílias, sendo 113 mil crianças e 30,5 mil gestantes. Os programas de visitas domiciliares têm o objetivo de favorecer a parentalidade responsável através do fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, visando o desenvolvimento infantil, além da redução da violência contra a criança, através da promoção da cultura de paz e da educação não violenta.

Educação

Na educação, o Ceará conta com os Centros de Educação Infantil (CEIs), que tem o objetivo de ampliar a oferta de creches e estabelecimentos de pré-escola para a promoção do desenvolvimento integral das crianças cearenses nos municípios. Até o momento, 60 espaços pedagógicos para o público infantil já foram entregues, outros 112 se encontram em processo de construção e em fase de contratação. Além disso, já foram entregues 36 brinquedocreches, que conta com brinquedos lúdicos para o aprendizado das crianças; e outras 150 serão implantadas no Estado.

Para garantir a aprendizagem e o desenvolvimento integral das crianças, o Estado disponibilizou o material didático para a Educação Infantil e Alfabetização. Divididas em dois volumes com três unidades, as obras possuem conteúdos diferenciados, com didática e atividades que estimulam o aprendizado e a imersão dos pequenos em nossas práticas culturais, sempre respeitando suas faixas etárias. Na Alfabetização, os alunos contarão com um material que traz situações cotidianas, jogos educativos e a cultura do nosso Estado para uma aprendizagem leve e divertida.

Mais de 42 mil profissionais das áreas da Saúde, Educação e Assistência já foram capacitados, por meio de formação promovida pelo Mais Infância. Em 2020, durante a pandemia, educadores cearenses participaram de Formação Continuada, em caráter EaD, abordando a Covid-19 para o desenvolvimento infantil. De forma remota, esses profissionais repassaram aos pais todo o conteúdo ministrado pela Secretaria de Educação (Seduc).

Espaços de convivência

Para proporcionar espaços de convivência às famílias, o Estado está construindo os Complexos Sociais Mais Infância. São estruturas de transformação social intergeracional, destinados ao cuidado integral e integrado das crianças e suas famílias, com oferta de atividades educacionais, esportivas, culturais, qualificação profissional e geração de renda. As instalações ocorrem em localidades de extrema vulnerabilidade social, com base nos dados do IDH e a renda per capta da população, vai contar também com areninha, brinquedopraça e academia ao ar livre.

Outro equipamento do programa que trabalha o fortalecimento de vínculo das famílias é a Praça Mais Infância. Trata-se de espaços instalados nas cidades cearenses, compostos por playgrounds, quadras poliesportivas, áreas de convivência, bicicletário, dentre outros. Até o momento, 24 praças já foram entregues à população e outras 21 estão no processo de execução. A instalação de brinquedos adequados a cada etapa do desenvolvimento infantil também está garantido nos municípios cearenses, por meio das 151 brinquedopraças já entregues. Dessa forma, o Estado busca a melhoria da qualidade de vida e o desenvolvimento integral das crianças em suas capacidades emocionais, motoras e cognitivas.

O projeto Praia Acessível, que promove a acessibilidade de crianças, adultos e idosos com deficiência e mobilidade reduzida à praia, já realizou milhares atendimentos nas duas estações do projeto, nos municípios de Fortaleza e Caucaia, ultrapassando o número de 8 mil pessoas contempladas. Mais duas estações foram licitadas para implantação nas praias dos municípios de Jijoca de Jericoacoara e de Aracati.

O desenvolvimento infantil através do lazer e da brincadeira também se constituiu em parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc-CE) para a implantação e funcionamento do Espaço Mais Infância, onde foram atendidas 125 mil crianças e 21 mil pais (participantes e visitantes). O local é composto de brinquedoteca, biblioteca infantil, sala de multimídia, cozinha gourmet e cineminha. Além da realização de 169 edições do Arte na Praça, atividades de cultura e lazer para as crianças e suas famílias em praças de 117 municípios.

Durante a entrega de equipamentos do Programa Mais Infância Ceará como CEIs, Brinquedopraças e Praças Mais Infância, vem sendo realizado nos municípios cearenses o plantio de mudas de árvores. No total, já foram realizados o plantio de 3 mil mudas e mais de 2,8 mil doações de plantas arbóreas, frutíferas e ornamentais. A iniciativa tem o intuito de despertar na criança a importância do ecossistema, garantir o espaço do brincar mais agradável e estimular o desenvolvimento infantil. O contato com a natureza promove a educação ambiental e o desenvolvimento sustentável, além de contribuir para o bem-estar de uma infância saudável. A ação é realizada por meninos e meninas com o auxílio de técnicos da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), que também doa mudas para a população local.

Saúde

Entre as ações de destaque também estão o atendimento a mais de sete mil crianças com atraso no desenvolvimento nos 20 Núcleos de Estimulação Precoce, implantados nas policlínicas do Estado. O Núcleo de Tratamento e Estimulação Precoce (Nutep), ligado à Universidade Federal do Ceará (UFC), capacitou as equipes multiprofissionais para atuar nos núcleos e acompanhou o trabalho dos profissionais com as crianças e suas famílias. Em parceria com a UFC, foram adquiridos equipamentos do Nutep que servem no tratamento de crianças com doenças neuropssicomotoras, como a síndrome congênita associada.

Ainda na área da saúde, por meio do Nascer do Ceará, foi elaborado as condutas assistenciais para a linha de cuidado materno-infantil do estado do Ceará. Cerca de 1300 médicos e enfermeiros foram formados com o objetivo de qualificar e reestruturar a linha de cuidado materno-infantil a partir do cuidado à gestação de alto risco para a Redução da morbimortalidade Materna e Perinatal. Ação do Governo do Ceará, através da Secretaria da Saúde do Estado, é em parceria com a Sociedade Cearense de Ginecologia e Obstetrícia (Socego).

Cultura e Entretenimento

Com foco na Cultura, o programa possibilitou também o lançamento do primeiro edital cultura infância, fruto do Plano de Cultura Infância do Ceará, que selecionou 25 projetos de todo o Estado com um investimento total de R$ 1 milhão. Iniciativa pioneira no País com o objetivo de garantir o direito da criança à cultura, à arte para sua fruição, formação e ampliação dos seus repertórios artísticos e culturais.

O Programa Mais Infância Ceará lançou ainda a série “Tempo de Brincar”: produção de cinco documentários que falam das formas de brincar das crianças do Ceará. Em parceria com a TVC, Instituto Dragão do Mar e o apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). E sete mil DVDs do documentário O Começo da Vida foram entregues a todas as escolas públicas (municipais, estaduais e federais) do Estado. O filme fala da importância dos primeiros anos de vida. A parceria foi feita com o Instituto Alana. Além da exibição do filme para gestores, pais, cuidadores e profissionais que lidam diretamente com as crianças e para o público do Espaço Mais Infância, Dragão do Mar e Cineteatro São Luiz.

Fonte: Governo do Estado do Ceará

Latest news

Acre conquista medalha de ouro na 16ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas

Nesta terça-feira, 18, foi divulgado o resultado da 16ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Os alunos...

Batalhão Ambiental emite 3.489 autuações e aplica R$ 60,2 milhões em multas por crimes ambientais

  Em 2021, operações policiais e denúncias da população fizeram o Batalhão de Polícia Ambiental – Força Verde (BPAmb-FV) flagrar...

Kate Middleton chama atenção com cabelos mais escuros

Redação João Bidu Tarot dos anjos: descubra o seu futuro no amor Quer descobrir o seu futuro...

Cancelamentos de voos: passageiros devem ter atenção aos seus direitos

Shawnanggg / Unsplash A empresa que cancelar voos deve comunicar o passageiro com no mínimo 72...
- Advertisement -

Mãe do presidente continua internada em Registro, no Vale do Ribeira

Continua internada na ala particular do Hospital São João, em Registro, no Vale do Ribeira, no extremo Sul do...

Sua Nota Tem Valor: conheça os ganhadores do primeiro sorteio do ano

Natália Coutinho – Ascom Sefaz Texto Rachel Lima Artes gráficas O sortudo do grande prêmio de R$...

Must read

Acre conquista medalha de ouro na 16ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas

Nesta terça-feira, 18, foi divulgado o resultado da 16ª...

Batalhão Ambiental emite 3.489 autuações e aplica R$ 60,2 milhões em multas por crimes ambientais

  Em 2021, operações policiais e denúncias da população fizeram...
- Advertisement -

You might also likeRELATED
Recommended to you