Destaques GDF regulamenta uso dos pontos de táxi edificados

GDF regulamenta uso dos pontos de táxi edificados

-

- Advertisment -

As regras para utilização dos pontos de táxi edificados, que são cerca de 200 em todo o DF, estão definidas pela Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob). A regulamentação está prevista na Portaria nº 120, publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta sexta-feira (20).

O cadastro será feito mediante apresentação, entre outros documentos, do requerimento para emissão do termo de responsabilidade, documento de identidade e CPF

O responsável pelo funcionamento de cada um desses locais deve ser cadastrado na pasta, por meio da Subsecretaria de Serviços (Subser). Esses agentes serão escolhidos entre e pelos autorizatários que utilizam a área e devem estar em situação regular junto à Subser. O termo de responsabilidade terá validade de um ano, devendo ser renovado anualmente pelo responsável junto à pasta.

O cadastro será feito mediante apresentação, entre outros documentos, do requerimento para emissão do termo de responsabilidade, documento de identidade e CPF. Além disso, o responsável não pode estar suspenso das atividades para prestação do serviço de táxi nem respondendo processo administrativo relativo à autorização, bem como não pode possuir débito inscrito em dívida ativa.

De acordo com a portaria, a estrutura dos pontos de táxi edificados são de uso exclusivo dos autorizatários e motoristas auxiliares devidamente cadastrados na Semob, sendo vedada a utilização para qualquer outro fim. A norma definiu, ainda, prazo de 90 dias para que os atuais administradores dos pontos de táxi promovam o cadastro junto à Subser.

Responsabilidades

Os responsáveis pelos pontos de táxi edificados passam a fazer a gestão dos contratos de serviços – como fornecimento de água e de energia – e o rateio dos custos entre os autorizatários, além de realizar a comprovação de quitação de todos os débitos que incidem sobre os pontos.

Já à Subser cabe analisar os requerimentos de criação de novos pontos de táxi, organizar, quantificar e atualizar os existentes, além de analisar os pedidos de responsabilidade sobre os pontos edificados e a emissão dos termos de responsabilidade.

A competência da Semob para definir os pontos de táxi e estacionamentos, bem como disciplinar sua utilização, está prevista na Lei Distrital 5.323, de 17 de março de 2014.

 

*Com informações da Semob

Fonte: Agência Brasília

Latest news

LNF: Magnus supera Foz Cataratas e vai à final pelo 3º ano seguido

O Magnus Sorocaba está mais uma vez na final da Liga Nacional de Futsal (LNF). Nesta segunda-feira (29), a...

PMDF e PMGO prendem traficantes com 50 Kg de maconha

A Polícia Militar prendeu dois traficantes com 50 quilos de maconha no começo da noite desta...

Evento contribui para aprimorar política de segurança alimentar

A 5ª Conferência Distrital de Segurança Alimentar e Nutricional aprovou 80 propostas para aprimorar a política de garantia ao...

Trairi recebe seu primeiro CEI; Flecheiras ganha reforço no abastecimento de água e esgotamento sanitário

Daniel Herculano – Ascom Casa Civil Texto Thiara Montefusco Fotos O Governo do Ceará entregou o...
- Advertisement -

SP usará vacina da Pfizer como segunda dose em quem recebeu a Janssen

A prefeitura de São Paulo informou que vai usar a vacina da Pfizer para a segunda dose naqueles que...

Paradas de ônibus renovadas em duas quadras de Santa Maria

Vinte paradas de ônibus localizadas nas quadras 100 e 200 de Santa Maria receberam pinturas durante ação do programa...

Must read

LNF: Magnus supera Foz Cataratas e vai à final pelo 3º ano seguido

O Magnus Sorocaba está mais uma vez na final...

PMDF e PMGO prendem traficantes com 50 Kg de maconha

A Polícia Militar prendeu dois traficantes...
- Advertisement -

You might also likeRELATED
Recommended to you