Destaques Rio: Justiça Federal Criminal vai julgar ex-secretário

Rio: Justiça Federal Criminal vai julgar ex-secretário

-

- Advertisment -

O processo que envolve o ex-secretário de  Administração Penitenciária do Rio de Janeiro, Raphael Montenegro, foi redistribuído hoje, (18) para a 5ª Vara Federal Criminal da Justiça Federal. A redistribuição ocorreu porque Montenegro foi exonerado do cargo que lhe garantia foro especial por prerrogativa de função. Além dele, foram presos também o subsecretário de Administração Penitenciária, Wellington Nunes da Silva, e o superintendente operacional da Secretaria de Administração Penitenciária, Sandro Farias Gimenes.

A ordem de prisão distribuída ontem (17) partiu do desembargador federal Paulo Espirito Santo, da 1ª Seção Especializada do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2). A decisão do desembargador foi tomada a partir de representação da Polícia Federal (PF), que cumpriu os mandados. O magistrado determinou também buscas e apreensões em endereços dos acusados.

De acordo com as investigações, Montenegro, Silva e Gimenes intercederiam a favor do retorno para o Rio de Janeiro de presos integrantes do Comando Vermelho que se estavam presos fora do estado. O objetivo seria possibilitar que “continuassem comandando (com maior facilidade) suas atividades criminosas de dentro da cadeia, ao passo que os presos, dariam uma ‘trégua’ em determinadas atividades criminosas, a fim de que prevalecesse perante a sociedade e as autoridades de segurança pública uma falsa sensação de tranquilidade social”.

Segundo a PF, há também suspeita de que os investigados supostamente negociassem pagamento de propinas, pois teriam realizado tratativas com a advogada do traficante Marcinho VP, um dos principais líderes da facção criminosa Comando Vermelho, mantido no presídio federal de Catanduvas (PR), e com defensores de outros presos, para transferi-los para a capital fluminense. 

O secretário de Administração Penitenciária, Raphael Montenegro pediu ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen) uma autorização para ir pessoalmente a Catanduvas para se inteirar da situação dos detentos, entre eles, Marcinho VP, com quem conversou pessoalmente.

A ida do então secretário à Catanduvas causou estranhamento nas autoridades do Depen, que avisaram imediatamente ao juiz corregedor dos presídios, o Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal. 

O desembargador federal Paulo Espirito Santo, em um primeiro momento, pediu a prisão temporária por cinco dias dos acusados, mas devido à gravidade dos fatos transformou as prisões em preventiva, por tempo indeterminado. No pedido de prisão, o desembargador escreveu que os crimes apontados incluem falsidade ideológica, prevaricação e advocacia administrativa.

Fonte: Agência Brasil

Latest news

Mais de 80% das mulheres já sofreram assédio nas ruas ou transporte público | SBT Brasil (16/10/21)

No Brasil, mais de 80% das mulheres relatam já ter sofrido importunação ou assédio sexual nas ruas ou...

Cristaloterapia: entenda como funciona a terapia com cristais

Larissa Silva Cristaloterapia: entenda como funciona a terapia com cristais Os cristais não são apenas itens de...

Ação social da Prefeitura leva cultura e lazer para crianças do Eustáquio Gomes

Cultura, lazer e diversão: na tarde deste sábado (16), o Campo do Açude, no Conjunto Eustáquio Gomes, recebeu a...

Policial Penal participa de 8ª aula inaugural do COD

  O policial penal Rogério Pereira Lima, que atua no Grupo de Operações Penitenciárias Especiais (Gope) participou da aula...
- Advertisement -

O Imponderável – 16/10/2021 | CORREIO DF

Inovação e transformação digital. O futuro do trabalho, das cidades e principalmente das pessoas. Nesta edição, o...

Cabelos de mulher chamada de Rapunzel da vida real medem 1,65 metro; veja fotos

Reprodução/Daily Mail Alla Perkova, a Rapunzel da vida real, não corta os cabelos desde os 12...

Must read

Cristaloterapia: entenda como funciona a terapia com cristais

Larissa Silva Cristaloterapia: entenda como funciona...
- Advertisement -

You might also likeRELATED
Recommended to you